NATAL RN-Por falta de ataduras, paciente é contido com sacos plásticos em leito de hospital de Natal



Paciente é contido com pés e mãos amarrados com sacos plásticos, em hospital municipal de Natal. — Foto: Cedida

Paciente é contido com pés e mãos amarrados com sacos plásticos, em hospital municipal de Natal. — Foto: Cedida

Sem ataduras, um paciente de 56 anos foi amarrado com sacos plásticos à maca onde está internado no Hospital Municipal de Natal, segundo a família. De acordo com um sobrinho, o homem, que está na unidade há cerca de dois meses, precisa ser contido. Porém, o que normalmente é feito com as ataduras, está sendo improvisado com sacos plásticos pela falta do material.

“Está faltando há cerca de um mês. Só dizem que está faltando, que está para chegar, mas já está assim há quase dois meses”, afirma João Kleber Sousa, de 31 anos, que acompanha o paciente.

De acordo com o homem, o tio tem uma doença degenerativa e é dependente químico. Sem estar contido, fica agitado, retira as sondas e sofre risco de cair da maca.

A assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde e a unidade de saúde foram procuradas pela Inter TV Cabugi, mas não enviaram resposta sobre o assunto até a publicação desta matéria.

Paciente é contido com sacos plásticos em maca de hospital em Natal — Foto: Cedida

Paciente é contido com sacos plásticos em maca de hospital em Natal — Foto: Cedida

“Cada dia vão improvisando. Um saco, um pano. O saco acaba esquentando a pele dele”, contou o familiar.

Ainda de acordo com o familiar, após ele fazer imagens do tio amarrado com o saco, servidores do hospital determinaram a retirada das sacolas plásticas das mãos e dos pés do homem. No entanto, é o próprio acompanhante precisou ficar segurando o paciente.

“Fico preocupado Se ele puxa a sonda, é pior para ele, porque tem que colocar de novo, dói mais. O ideal é que ele estivesse contido da forma correta. Ele treme, pode cair da maca”, relata João Kleber.

O paciente tem vários problemas de saúde e também faz tratamento para o fígado. De acordo com o sobrinho, o homem também aguarda uma cirurgia para ser alimentado por uma sonda direto no estômago, ao invés da atual, que é pelo nariz.

Veja também



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.