NATAL RN -Garibaldi Alves ameaça deixar Previdência se Lula subir no palanque de Robinson Faria


76i78oio

O ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), coordenador-geral da campanha de Henrique Alves ao governo do Estado no segundo turno, pode pedir exoneração do cargo de ministro por causa da participação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na campanha de Robinson Faria (PSD) a governador do Rio Grande do Norte. A informação foi publicada na coluna do jornalista Claudio Humberto. De acordo com o jornalista, primo de do candidato a governador, Garibaldi avalia abandonar o cargo após notícia de que o ex-presidente Lula irá ao Estado para pedir votos ao adversário Robinson Faria. Garibaldi teria conversado com Henrique sobre a possibilidade de deixar o ministério, mas nada foi decidido. “Não pretendo tomar nenhuma medida precipitada ou isolada”, afirmou o ministro.

A coordenação da campanha do vice-governador Robinson Faria ainda não confirma oficialmente a vinda do ex-presidente Lula ao Rio Grande do Norte no segundo turno das eleições. Lula começa a viajar pelo Brasil hoje. Vai ao Acre apoiar a reeleição do governador Tião Viana (PT), que disputa com Márcio Bittar (PSDB). Depois vai a Pernambuco tentar minimizar o efeito “Família Campos”, que derrotou o candidato Armando Monteiro (PTB), apoiado pelo PT, logo no 1º turno, com a vitória fora de Paulo Câmara (PSB). A intenção é levar a candidata do PT à reeleição Dilma Rousseff com ele, depois da passagem do presidenciável Aécio Neves pelo Estado. Lula mandou avisar que vai ao Rio Grande do Norte, Ceará, Mato Grosso do Sul e Paraná, onde “faz questão” de eleger os governadores. Vai se empenhar pessoalmente nestas campanhas.

Recentemente, Garibaldi teria revelado ao jornalista Carlos Skarlack que “se o ex-presidente da República, Lula, do PT, participar no programa do candidato a governador, Robinson Faria, do PSD, no segundo turno, o PMDB do Rio Grande do Norte romperá”. O jornalista citou como testemunha da declaração o jornalista Gutemberg Moura, em entrevista concedida ao final de encontro com lideranças do PMDB de Mossoró e Região no Hotel Thermas. Perguntado sobre como o PMDB do Rio Grande do Norte assistiu ao ex-presidente Lula, pedindo voto para Robinson Faria, Garibaldi disse que “com surpresa”. Porém, o ministro ponderou que a participação de Lula foi mais uma atitude isolada, do que por influência da presidente Dilma. Para Garibaldi Filho, Lula tem atitudes que nem mesmo Dilma influencia. Porém, o ministro afirmou que existe um acordo entre as lideranças do PMDB e do PT segundo a qual a participação de Lula no programa de Robinson ficou restrita ao primeiro turno da disputa para o governo do Rio Grande do Norte. “Mas eles (da campanha de Robinson Faria) já têm a gravação. Vamos ver se vão ser autorizados a usar na propaganda no segundo”, teria dito o ministro, coordenador da campanha de Henrique no segundo turno. Ainda conforme o relato do jornalista, se o vídeo em que Lula pediu voto para Robinson, no primeiro turno, vier a ser usado na propaganda eleitoral do segundo turno, então não haverá outro caminho. “Nós romperemos, não tem como ficar calado com o inimigo batendo e a gente dando o outro lado da face. Ninguém é Jesus Cristo, que apanhou e deu o outro lado da face para o inimigo”, teria afirmado o ministro.

Segundo Claudio Humberto, o problema entre o PMDB potiguar e Lula será tratado pelo vice-presidente da República, Michel Temer. “Não queremos dissidência”, teria dito Garibaldi. Ainda conforme Humberto, Henrique estaria sendo pressionado a romper com Dilma desde que Lula gravou vídeo pedindo voto para Robinson, no primeiro turno. Ele confirma que Lula apoia Robinson sob pressão do PT, que acusa Henrique de prejudicar Fátima Bezerra para se aliar ao DEM, PSDB e PSB.

A insatisfação com o PT, sobretudo com lideranças que atuam em favor da campanha do candidato do PSD a governador, Robinson Faria, está levando peemedebistas a apoiarem a candidatura de Aécio Neves (PSDB) a presidente da República. A informação foi dada ontem pelo deputado estadual reeleito Hermano Morais (PMDB). Segundo Hermano, isso reflete o sentimento das pessoas que no segundo turno já foram surpreendidas nas propagandas eleitorais e que agora, no segundo turno, “têm demonstrado interesse em votar no candidato Aécio”, declarou o peemedebista.

 



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Um comentário em “NATAL RN -Garibaldi Alves ameaça deixar Previdência se Lula subir no palanque de Robinson Faria

  • 27 de outubro de 2014 a 14:43
    Permalink

    Porque os brasileiros brigam tanto em período eleitoral, sendo que os políticos, sempre são amidos entre si nos bastidores??? Gente no final das contas que se lasca é sempre o povo, sem educação de qualidade, sem saúde, sem segurança, sem infra-estrutura…. VOTEM PELO BRASIL e não em partidos ou em candidatos, escolham pelas propostas!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.