NATAL RN-América x ABC: Um pouco do que torna o clássico imprevisível


Leia o comentário da coluna desta terça-feira (21), na Tribuna do Norte:

Favorito?

A pergunta da semana é: Clássico tem favorito? A resposta é, na minha opinião, NÃO. No entanto, existem tendências que precisam ser levadas em consideração. No caso do América x ABC, de amanhã, na Arena das Dunas, o Alvirrubro tem vantagens óbvias. Primeiro terá o apoio de 90% de uma torcida que está empolgada. E a empolgação tem razão de existir. A equipe lidera o Campeonato Estadual com dois pontos de vantagem sobre o rival, tem 100% de aproveitamento, marcou 19 gols e sofreu apenas dois. Além disso, tem a maior goleada do certame: 7 a 0 no ASSU, com atuações menos oscilantes que o Alvinegro.

Favorito 1?

Por outro lado, em um clássico, muitas outras coisas precisam ser levadas em consideração. A tradição do confronto sempre torna o embate mais duro. De lado a lado, ambos têm histórias de superação e vitórias com times que pareciam bastante inferiores. Além disso, o ABC parece ter adotado uma postura de marcação e saída rápida em contra-ataques, que, da forma como o América vem jogando, ou seja, numa postura bem ofensiva, os espaços podem surgir. Nesse caso, o Alvinegro conta com Wallyson e Igor Goularte para aprontar a correria.

Favorito 2?

Mas aí, o torcedor americano vai dizer, e com razão, o América tem a melhor defesa do Campeonato. O time só sofreu dois gols. Adriano Alces está jogando muito. Geninho tem sido um gigante e o goleiro Ewerton é um monstro. A mais pura verdade. Em contra-ataques, ou não, furar esta defesa não foi, nem será, fácil, mesmo com as subidas de Krobel e Renan Luiz.

Favorito 3?

No meio de campo, os dois clubes parecem empatar em uma posição que é fundamental. Ambos ainda não apresentaram um camisa 10 que a tradição de alvirrubros e alvinegros merecem. Nem Jaílson pelo ABC, nem Daniel Costa pelo América demonstraram o talento e a capacidade de organizar jogadas construídas a partir do setor.

Favorito 4?

Em qualquer jogo, e num clássico mais ainda, a equipe que tem um jogador capaz de definir possui um elemento a mais que o rival. Nesse caso, o ABC leva vantagem por ter Wallyson. O jogador, apesar das próprias reclamações em relação aos companheiros de ataque, tem feito a diferença e já é o artilheiro do certame. Ele fez cinco gols, metade dos gols da equipe até o momento.

Favorito 5?

No entanto, a dependência do ABC por Wallyson pode ser um problema. Bem marcado, ele pode sumir no jogo. No caso do América, o time conta com Orobó, Dione e Wallace Pernambucano. Ou seja, as responsabilidades são divididas e também é mais complicado marcar três do que apenas um.

Favorito 6?

Por fim, surgiu o boato de que o técnico do ABC, Francisco Diá, com o apoio da direção, poderia escalar um time reserva para esse jogo, poupando atletas para a estreia na Copa do Nordeste, no sábado. O América também vai entrar em campo no mesmo dia. Caso essa realidade seja comprovada esse seria um elemento decisivo em prol do favoritismo americano. Em resumo, o clássico tem tantos detalhes e tradição que fica difícil apontar favorito, apontam-se apenas “caminhos”.

Preços

Atenção para os preços dos ingressos do clássico de amanhã. Os ingressos serão comercializados até hoje (21) por R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Na quarta-feira (22), dia do jogo, os valores passam a ser R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). O valor do ingresso para as Cadeiras Premium são: R$ 35 (meia) e R$ 70 (inteira) até a terça-feira (21) e R$ 40 (meia) e R$ 80 (inteira) na quarta-feira (22), dia do jogo.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.