NATAL RN-ABC vence o América por 2 a 0 e conquista o título da Copa RN


11156961_10206916202813735_1205898012_n

ABC vence o América por 2 a 0 e conquista o título da Copa RN

Publicação: 2015-04-19 21:02:00 | Comentários: 0

A+A-
Felipe Gurgel
Repórter

O ABC derrotou o América por 2 a 0, na noite desse domingo e conquistou, de forma antecipada, o título do segundo turno do campeonato estadual. Os gols do jogo foram marcados por Kayke e Wellington Bruno, ambos no segundo tempo. O resultado também quebrou o jejum de vitórias abecedistas sobre o Alvirrubro em Estaduais, que não acontecia desde 2012.

O próximo compromisso do ABC na competição vai ser domingo, contra o Globo, no Barrettão. Já o América vai enfrentar o Potiguar, na próxima quarta-feira, em Mossoró, em jogo atrasado da primeira rodada da Copa RN.

As suas equipes vão se enfrentar na decisão do Estadual, ainda sem data definida pela Federação Norte-riograndense de Futebol.

O primeiro tempo do clássico foi bastante movimentado, principalmente pelas necessidades dos times dentro do segundo turno do Estadual. Enquanto ao ABC bastava o empate para ser campeão, o América precisava da vitória para seguir com chances de conquistar o título da Copa RN. Com isso, mesmo com seus setores defensivos firmes na partida, as duas equipes tinham, como proposta de jogo, o ataque, usando da velocidade de seus jogadores, principalmente com Émerson, pelo lado americano e Fabinho Alves, pelo Alvinegro.

E as chances foram sendo criadas ao longo do primeiro tempo. As do América surgiram pelos pés de Émerson, que, inspirado, fez duas grandes jogadas pela direita, sempre levando vantagem sobre Reginaldo e Suéliton. Nas duas oportunidades, o atacante rubro cruzou rasteiro, mas, antes que a bola chegasse a Max, a defesa do ABC afastava o perigo.

Foram de Fabinho Alves as principais jogadas de ataque abecedista. Na primeira, ele recebeu na área e chutou. Antes da bola entrar no gol, Judson afastou o perigo. A segunda, ele fez grande jogada pela direita e ao invés de tocar para Kayke, que entrava livre na pequena área, o atacante chutou, para a defesa segura de Busatto. E foi o goleiro americano que impediu o gol do ABC. Kayke tocou para Lima, que da entrada da área, chutou forte e Busatto fez grande defesa, colocando a bola para longe do perigo.

E foi o América quem voltou melhor no segundo tempo. No primeiro minuto, Maguinho chutou forte, de longe, para a grande defesa de Saulo, que colocou a bola para escanteio. Na cobrança de Daniel Costa, Julinho desviou, a bola bateu no travessão e saiu, para alívio do ABC.

O Alvinegro devolveu na mesma moeda. Aos seis minutos, Lima cobrou escanteio, Chiclete cabeceou firme, mas Busatto, atento, fez a defesa para impedir o gol do ABC.

Depois desses lances, o ritmo da partida diminuiu e as duas equipes controlavam o jogo mais no meio de campo, sem criar muitas oportunidades de perigo para os goleiros adversários.

Mas, aos 27 minutos, o ABC chegou ao seu gol. Fabinho Alves disputou a jogada até o fim, dentro da área do América, foi mais rápido que Busatto e tocou para o meio da área, para Kayke, livre, apenas tocar de cabeça para abrir o placar e marcar seu 12º gol no campeonato, sendo o artilheiro da competição.

A situação poderia voltar a igualdade aos 30 minutos, depois que Saulo derrubou Max dentro da área, cometendo pênalti. O camisa 9 americano foi para cobrança, mas o goleiro do ABC se redimiu do erro e defendeu a penalidade.

E o goleiro abecedista foi se transformando no destaque do time no fim da partida. Aos 35 minutos, a bola acabou sobrando para Daniel Costa, dentro da área e o meio campo americano aproveitou e chutou forte. No reflexo, Saulo fez grande defesa.

Tentando empatar a partida, o técnico americano, Roberto Fernandes, colocou os atacantes Adriano Pardal e Gláucio, para dar mais força ao seu ataque, mas os jogadores pouco acrescentaram no jogo, sem conseguir criar nenhuma chance clara de gol.

Já as modificações de Josué Teixeira surtiram o efeito desejado no ABC. Aos 40 minutos, Wellington Bruno, que tinha entrado no lugar de Chiclete, dominou na entrada da área e chutou forte, com categoria, para ampliar o marcador e dar números finais ao clássico.

“Difícil é você conseguir convencer o grupo. Quando você consegue isso, passa a verdade, as coisas ficam mais fáceis. Esse grupo é diferente. Aqui tem qualidade, só precisávamos ajustar algumas coisas na parte tática, que conseguimos”, afirmou o técnico do ABC, Josué Teixeira, que chegou ao clube no segundo turno e levantou sua primeira taça pelo clube.

Ficha técnica:

ABC: Saulo; Reginaldo, Suéliton, Leandro Amaro e Lima; Fábio Bahia, Michel (Marcel) e Erivélton (Neto Coruja); Chiclete (Wellington Bruno), Fabinho Alves e Kayke.
Técnico: Josué Teixeira.

América:
Busatto; Diogo (Gláucio), Flávio Boaventura, Zé Antônio Potiguar (Cléber) e Julinho; Judson, Maguinho, Daniel Costa e Cascata (Adriano Pardal); Émerson e Max. Técnico: Roberto Fernandes.

Local: Arena das Dunas, Natal/RN
Data: 19.04.15
Árbitro: Dewson Fernando F. da Silva (PA).
Público: 10.887 torcedores.
Renda: R$ 251.375,00
GOLS: ABC: Kayke, aos 27´ e Wellington Bruno, aos 40´do 2º T.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.