NATAL RN – 17 anos e uma “vida louca” desde os 9: jovem de Natal sente prazer em assaltar


76IO67O78

O sorriso dela é fácil, as palavras sempre usadas na forma gramatical adequada, não apresenta timidez e fala das ações ilícitas as quais participou de forma tranquila, sem esboçar nenhum arrependimento. Durante dez minutos, eu bati um papo com a jovem de 17 anos que foi apreendida por participar de uma tentativa de assalto, em Ponta Negra.

Confesso que nesses 15 anos de profissão, reportando os crimes mais atrozes, fiquei chocado com a naturalidade a qual aquela bela jovem retratou a própria vida. Sentada em uma sala gradeada da delegacia, aguardando os pais para ser liberada, a adolescente, que cursa o 3º anos do Ensino Médio, não hesitou em me responder algumas perguntas.

Sérgio Costa – De quem foi a ideia de fazer o assalto?

Adolescente – Foi minha! Eu vi o carro de “bobeira” e uma mulher saindo dele e chamei meu namorado e o amigo dele para fazer a parada.
Sérgio Costa – Foi a primeira vez que você se envolveu desse tipo de prática?

Adolescente – Não, eu fiz outras vezes, aliás, eu já assaltei tanto que não lembro mais, perdi as contas (risos).
Sérgio Costa – com que frequência você pratica assaltos e como você age?

Adolescente – Todos os dias, geralmente à noite. Um amigo sempre me chama e saímos por aí de moto tomando celulares, dinheiro, o que for de valor a gente leva mesmo. Às vezes é ele que anuncia o assalto com a arma, mas eu também gosto de abordar, me dá prazer! (risos)

Sérgio Costa – A polícia disse que você e seus amigos estavam consumindo maconha antes de praticar a tentativa de roubo, como é a sua relação com as drogas?

Adolescente – Eu gosto de usar maconha e faço isso desde os meus nove anos de idade. A primeira vez foi na escola, no conjunto Pirangi, e depois não parei mais, até parei um tempo, mas voltei e fumo todos os dias.

Sérgio Costa – Você foi apreendida, vai ser liberada, mas o constrangimento não te incomoda? Não se arrepende?

Adolescente – Arrependimento? (risos). Não tenho. Me arrepender para que, se eu gosto. Quem tá nessa vida louca não se arrepende de nada não, só vou ter mais cuidado porque daqui a um tempo serei maior de idade, aí complica né?

 

 

Fonte: Portal BO



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.