MACAU RN- O empresário Juliano Gerônimo Lima da Silva, representante da Organizacional Assessoria e Associados procurou secretários da prefeitura para acusar o vice-prefeito Einstein Barbosa, de quem diz ter sido vítima de um esquema, afirmando que o mesmo usou a sua empresa para se beneficiar de contrato com a administração municipal.


CARTEIRA

EMPRESÁRIO ACUSA VICE-PREFEITO DE MACAU DE USAR EMPRESA PARA ESQUEMA DE CORRUPÇÃO NA PREFEITURA…….. (OUÇA O ÁUDIO NO FINAL DA MATÉRIA)

O final de semana tem sido de muita surpresa nos bastidores da política de Macau. O empresário Juliano Gerônimo Lima da Silva, representante da Organizacional Assessoria e Associados procurou secretários da prefeitura para acusar o vice-prefeito Einstein Barbosa, de quem diz ter sido vítima de um esquema, afirmando que o mesmo usou a sua empresa para se beneficiar de contrato com a administração municipal.

O primeiro contato de Juliano Gerônimo aconteceu há cerca de três meses na Secretaria de Finanças e Compras, quando o empresário procurou o secretário Edson Silveira para e leva-lo até o prefeito para receber pagamentos pendentes.

“Fui usado quando procuraram minha empresa que tem capacidade técnica para esse fim, afirmando que me passariam os encargos das notas fiscais e mais a quantia de R$ 1,500, 00 por nota paga no valor de R$ 40 mil”, afirmou o empresário, se queixando que o vice-prefeito o abandonou no meio do caminho, se esquivando inclusive de atender suas ligações telefônicas, bloqueando o WhatsApp e até o Facebook para evitar contatos.

Ainda de acordo com Juliano, o esquema montado passava também o então secretário de Tributação do município, na época, Leandro Nunes Araújo, contador da empresa Organizacional e indicado para o cargo pelo vice-prefeito. O empresário contou que os pagamentos feitos pela prefeitura foram sacados por ele na boca do caixa e repassados ainda dentro da agência bancária ao então secretário.

“Einstein e Leandro simplesmente sumiram, não me conhecem mais. Hoje estou com dívidas e prejudicado, sem poder trabalhar com a impossibilidade de emitir certidões”, afirmou em contato com servidores da prefeitura.  Ainda de acordo com Juliano foram pagas quatro notas de um total de sete, referentes ao contrato, importando a quantia de R$ 160 mil.

“Na última nota nem o imposto me passaram, a partir daí não vi mais esse povo e agora espero receber o combinado, pois estou com muitas dificuldades financeiras”, disse Juliano em um áudio gravado por assessores do prefeito. O áudio da conversa ganhou as redes sociais nos últimos dias e o empresário já foi ameaçado, inclusive mudou sua versão dos fatos em outro áudio gravado, certamente pressionado pelos outros envolvidos no esquema.

Surpreso com os fatos, o prefeito Kerginaldo Pinto já encaminhou a denúncia ao setor jurídico da prefeitura e vai oferecer a denúncia ao Ministério Público para que os possíveis responsáveis sejam punidos e o empresário Juliano Gerônimo se explique perante as autoridades…. CLIK AQUI E OUÇA O ÁUDIO.FOCO COELHO



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.