Macau RN; Filho é acusado de matar o pai com uma enxada e jogar o corpo em um buraco


2_25

Um homem de 26 anos foi preso acusado de matar e enterrar o pai em Luziânia, cidade goiana do Entorno do Distrito Federal. O suspeito teria matado a vítima com golpes de enxada na chácara da família, no último dia 3. Segundo o delegado responsável pelo caso, Fernando Gilli, o corpo foi carregado em uma carroça e colocado em um buraco na chácara.

“A perícia confirmou que o corpo foi transportado na carroça, pois havia vestígios de sangue.”

Segundo o acusado, houve uma discussão em um bar e, no outro dia, o pai teria tentado agredi-lo com uma faca. De acordo com a polícia, os dois tinham uma relação conturbada.

“A gente brigava por causa de pinga mesmo. Era só beber que discutíamos.”

A mulher do acusado, de 19 anos de idade, também foi presa. Ela contou, na delegacia, que viu o sogro morto. O corpo, segundo ela, estava dentro de um saco e foi colocado dentro da carroça. Ela nega que tenha visto alguma briga entre os dois e também nega ter sido cúmplice no crime.

De acordo com Gilli, a mulher pode ser condenada por ocultação de cadáver, pois sabia do crime e não se pronunciou sobre o caso.

O corpo da vítima ficou desaparecido por 12 dias, até que foi encontrado pela polícia. O relato do desaparecimento do homem foi feito por outro filho da vítima. O acusado foi preso 21 dias depois do assassinato e confessou o crime.

“Fiquei desesperado, pensei em fugir, mas o que pensei foi em jogar ele [o corpo] longe.”

O acusado vai responder na Justiça por crime de homicídio qualificado e, segundo o delegado responsável, a pena pode chegar a 30 anos de prisão.

Fonte: R7



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.