MACAU RN alerta: crise na Petrobras pode gerar debandada de capitais do Brasil


Por: InfoMoney – Data: 18/11/2014 – 21:47:02
Foto: InfoMoney
Foto: InfoMoney

“Quando a companhia mais endividada do mundo adia um comunicado aos acionistas sobre um escândalo de corrupção, uma oscilação nos mercados pode  ser esperado. É o que afirma a NYT em matéria do último final de semana.  Ao comentar a nova fase da operação Lava Jato que atingiu a Petrobras.

De acordo com o jornal americano, a crise que envolveu a Petrobras deve levar a uma fuga massiva de capital no mercado de capital brasileiro e da America latina.  Além de destacar a forte queda das ações, o jornal ressalta que a presidente Dilma Rousseff que estava à frente do Conselho de Administração da companhia,  antes de ser presidente da estatal no ano de 2010, não é a única a saber dos problemas crescentes da empresa. O mercado financeiro brasileiro como um todo poderia sofrer também, e não só pela perda de confiança causada pelas ações da Polícia Federal.

De acordo com a matéria, a recente tendência dos grandes fundos de investimentos, como a Pinco, Black Rock , Fidelity e Oppenheimer  de substituírem os bancos no financiamentos de empresas e países, o que tornou as  grandes companhias, ainda mais vulneráveis ao humor do investidores externos.

Isso se reflete no caso da Petrobrás, com US$ 51 bilhões de sua enorme dívida subsidiada  por fundos de investimentos. Segundo,  “O temor é que o pânico de vendas do papéis em uma companhia possa se espalhar rapidamente, já que esses países e essas empresas  são tão dependentes do capital privado estrangeiro, levando a um contágio de investimentos mais alto”.

Deixe seu comentário:             ( Seja o 1° a comentar! )

Nome:



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.