MACAÍBA RN-Prefeitura recebe vereadores e professores seletistas para negociar a suspensão de salários


Na manhã de hoje, vereadores, Emídio Júnior, Netinho França e Silvan Freitas, Prefeitura com o chefe de Gabinete do Prefeito, Judson Costa, juntamente com a diretora do Sinte-Macaíba, Fernanda Patrícia, e duas representantes dos professores seletivos, Elizângela Cardoso e Geciane Corrêa. O motivo da reunião é discutir uma solução para a suspensão do contrato desses profissionais, que estão ameaçados de ficar sem salário pelos próximos meses.

“Essa é primeira reunião do início de uma negociação. A segunda reunião deverá ocorrer na próxima segunda-feira, com o secretário de Educação do Município, Domingos Sávio. É uma situação muito delicada, pois são cerca 223 professores seletistas que irão ficar sem salários e muitos deles só têm esse vínculo para sobreviver”, esclareceu Emídio Jr. ao Senadinho.

Com o fim das coligações a escolha do partido passou a ser fundamental para quem pensa em se eleger.

Entenda porque, baseado na legislação que define o quociente eleitoral e partidário.

Nas eleições municipais, o número de votos válidos será dividido pelo número de cadeiras para o legislativo municipal.

A distribuição destas vagas que sobraram será feita conforme o art. 10 da Resolução TSE nº 23.611/2019. Segundo o dispositivo, os lugares não preenchidos com a aplicação do Quociente Partidário e a exigência de votação nominal mínima serão distribuídos por média.

O cálculo será feito da seguinte forma: o número de votos válidos atribuídos a cada partido político será dividido pelo valor do quociente partidário somado às vagas obtidas por média mais um.

Para os especialistas em Direito Eleitoral, candidatos que tem bom potencial e escolhem nominatas pequenas pode cometer um erro crucial, considerando que o dividendo, no cálculo da sobra, é fundamental. O que leva as vagas remanescentes da sobra, normalmente,a serem preenchidas pelos partidos maiores.

Então o candidato que espera entrar nas vagas que irão sobrar, poderá cometer um erro fatal.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.