Larissa Rosado, Claudia Regina e Silveira Jr oficializam candidaturas


RHRTHRHRHWEQWQWQ

A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) oficializa hoje sua candidatura à Prefeitura de Mossoró. Desta sexta-feira até domingo, os partidos inscritos no Tribunal Regional Eleitoral com atuação na capital do Oeste realizam suas convenções partidárias para definir candidatos e alianças. Além de Larissa, devem se candidatar a prefeita cassada do município, Claudia Regina (DEM), e o prefeito interino, Silveira Júnior (PSD). Além deles, são aguardadas candidaturas do PSDC, com Josué Moreira, do PSOL, que poderá ser o enfermeiro Cinquentinha ou o professor Garcia, e do PC do B, com Gutenberg Dias. A eleição suplementar mossoroense ocorre no dia 4 de maio. O eleito administrará a cidade até 31 de dezembro de 2016.

 

Com doze partidos, o prefeito Silveira deve oficializar sua candidatura neste sábado. Representante do PSD no município, o prefeito faz aliança com o PT, que indica Luiz Carlos como vice, após um veto a Crispiniano Neto, que articulou a chapa. Além de PSD e PT, o palanque de Silveira conta ainda com PDT, PV, PSL, SDD, PTN, PSDB, PSC, PTB e PMN. A aliança articulada por Silveira ganhou, nos últimos dias, reforços importantes, de lideranças com voto em Mossoró, a exemplo da ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) e do seu marido, deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM). O ex-vereador Chico da Prefeitura também anunciou apoio a Silveira. Em nível estadual, Silveira receberá apoios importantes, como do vice-governador Robinson Faria, presidente estadual do PSD no Rio Grande do Norte, e da deputada federal Fátima Bezerra (PT). Ambos são pré-candidatos nas eleições gerais de outubro e apostam na vitória de Silveira como fato propulsor de suas candidaturas ao governo e ao Senado, respectivamente. O deputado federal Fábio Faria também vai apoiar esta chapa.

 

Com onze partidos, um a menos que Silveira, Larissa Rosado encabeça a mais forte coligação na disputa mossoroense em termos de lideranças. Estão com Larissa dois ex-governadores, a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria e o ministro da Previdência, Garibaldi Filho (PMDB), o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (PMDB), além dos deputados federais Sandra Rosado (PSB) e João Maia, presidente estadual do PR. Coube ao PMDB indicar o vice da chapa, o atual presidente da Câmara Municipal de Natal, Alex Moacir (PMDB). A vitória de Larissa representará, também, forte impulso à chapa articulada por PMDB, PSB e PR para as eleições de outubro, tendo Henrique candidato a governadora, Wilma disputando o Senado e João Maia compondo como vice.

 

A situação da prefeita condenada Claudia Regina é a mais delicada. Cassada pelo Tribunal Regional Eleitoral por abuso de poder econômico e político nas eleições de 2012, a ex-vereadora está isolada politicamente, favorecendo uma polarização na disputa entre os candidatos Silveira e Larissa. As informações que chegam de Mossoró dão conta que Claudia não conta sequer com um vereador ou suplente de vereador apoiando a sua postulação. Até o fechamento desta edição ainda não se sabia quem seria o candidato à vice na chapa da prefeita cassada. Dentro do DEM, a ex-prefeita contaria apenas com a força da governadora Rosalba Ciarlini. O presidente do partido, senador José Agripino, seria contra a candidatura de Claudia. Haveria até mesmo uma pressão para ela desistir da candidatura. A convenção de Claudia será realizada no domingo.

 

Compartilhar:

 



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.