Guamaré RN;Morta no RN, aluna de enfermagem teve ‘ferimento craniano transfixante’


G1 RN – A polícia confirmou que o corpo da mulher encontrada na quinta-feira (15) em meio a um matagal às margens da BR-110, a seis quilômetros de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar, é mesmo o da manicure e estudante de enfermagem Valéria Patrícia de Azevedo, de 20 anos. A jovem estava desaparecida desde o último domingo, dia 11.

Ainda não há pistas sobre o assassino ou motivação para o crime. Sabe-se apenas que quem matou Valéria usou uma arma de fogo. Nesta sexta-feira (16), a assessoria de comunicação do Instituto Técnico de Perícia (Itep) revelou que ela levou um tiro transfixante no crânio.

Sobre a necropsia feita no corpo de Valéria, o Itep explicou que, quando o cadáver foi encontrado, chegou-se a cogitar a possibilidade de a vítima ter sido morta por esganadura, mas o médico legista que fez a perícia suspeitou que esse poderia não ser o verdadeiro motivo da morte e encaminhou o corpo para exames mais detalhados em Natal. “Na Declaração de Óbito, o médico legista definiu como causa da morte um ferimento craniano transfixante, produzido por disparo de arma de fogo”, afirmou a assessoria do Itep.valeria

Guamaré RN;Morta no RN, aluna de enfermagem teve ‘ferimento craniano transfixante’
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *