GUAMARÉ RN-Velloso diz que sua amizade com Aécio não vai influenciar gestão


Jornal GGN – O presidente Michel Temer teria pedido ao ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Carlos Mário Velloso, que ajude “a salvar o Brasil”, assumindo o posto do Ministério da Justiça, no lugar de Alexandre de Moraes.
Lembrando que a ajuda ao Brasil viria do amigo da família e do próprio político Aécio Neves (PSDB-MG), há mais de 30 anos. A proximidade de Velloso ao PSDB vai além: advogou para o senador.
O ex-ministro do STF tem  apoio total do PSDB, principal partido aliado de Michel Temer, e traz a imagem tão perseguida pelo presidente de “perfil inquestionável”, não podendo dar tantas margens a críticas da opinião pública, relativas por exemplo, a avanços da Operação Lava Jato, sobretudo na atuação junto à Polícia Federal.
Isso porque, publicamente, Carlos Velloso é visível “fã” da Operação Lava Jato, anunciando apoios e elogios a toda a imprensa sobre a conduta do juiz da Vara Federal de Curitiba, Sérgio Moro.
“O juiz Sérgio Moro tem demonstrado muita independência, tem mostrado que é possível examinar, estudar, processar e decidir, em tempo razoável, aqueles que são levados à barra da Justiça. Então, o comportamento dele é elogiável. Sérgio Moro está prestando um grande serviço à sociedade”, disse em entrevista, em novembro de 2016.
A peça seria chave e isonômica não fosse por sua extrema proximidade a Aécio e a cúpula tucana do governo Temer. Apenas ao senador, Velloso o defende em duas ações no Supremo Tribunal Federal (STF), cujo relator é o ministro Gilmar Mendes.
Ainda foi o ex-ministro do STF que assinou um parecer em defesa de Aécio sobre o caso do aeroporto de Cláudio, em Minas Gerais, próximo a fazenda da família do tucano e cujo governo de Minas gastou quase R$ 14 milhões na construção do aeródromo.
Se aceitar o posto oferecido por Temer, mas intermediado pelo próprio Aécio (em reunião que o parlamentar tinha com o presidente da República, nesta terça), o ex-ministro promete que sua amizade com o tucano e a família não irá influenciar na gestão.
A resposta, de praxe, é porque se aceitar o cargo que foi claramente indicado pelo senador, Velloso será responsável pelo comando da Polícia Federal, que apesar de órgão teoricamente independente, é subordinado ao Ministério da Justiça.
Ainda, em sua atuação na advocacia, o ex-ministro do Supremo é apontado por outros advogados como “selecionador”, por dar preferência a pessoas próximas. Além de Aécio, comanda casos como do deputado Afonso Motta (PDT-RS), investigado na Zelotes, e tem seu escritório atuando diretamente em processos de tribunais superiores.
Select rating
Nota 1
Nota 2
Nota 3
Nota 4
Nota 5

Loading...

46
GUAMARÉ RN-Velloso diz que sua amizade com Aécio não vai influenciar gestão
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *