GUAMARÉ RN-Mudança no regime de partilha e privatização são crimes de lesa-pátria, diz Gabrielli


Jornal GGN – Em entrevista à TVT, o ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli disse que as mudanças na estatal pretendidas por aliados do governo interino de Michel Temer (PMDB) são crimes de “lesa-pátria”. Segundo ele, as propostas são uma tentativa de enfraquecer a empresa para depois entregá-la ao capital privado, em um processo de privatização por fatias.

Do Brasil de Fato

O ex-presidente da Petrobras José Sergio Gabrielli classifica a retirada da exclusividade da estatal na operação de exploração do pré-sal, com a ampliação da participação das empresas estrangeiras, previsto no Projeto de Lei 4.567, que atualmente tramita na Câmara dos Deputados, como “crime de lesa-pátria”.

A mudança no regime de partilha que vigora atualmente foi proposta pelo senador licenciado e atual ministro das Relações Exteriores, José Serra (PSDB-SP). Em entrevista ao Seu Jornal, da TVT, Gabrielli detalha os impactos sociais da mudança. Segundo ele, trata-se de mais uma tentativa de enfraquecer a empresa para depois entregá-la ao capital privado, em um processo de privatização por fatias.

Essa mudança também coloca em risco o fundo social do pré-sal e a destinação dos royalties da exploração do petróleo para a saúde e educação, associados ao regime de partilha agora revisto.presidente_da_petrobras



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.