Guamaré RN; Lava-Jato: Depois de pedido de Cunha para afastar Moro, STF pede informações ao juiz


2014_738667045-2014080173144.jpg_20140801

Presidente do STF, ministro Ricardo Lewandowski – Givaldo Barbosa / Agência O Globo

Em razão da ação liminar movida pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no Supremo Tribunal Federal (STF), que pede o afastamento do juiz federal Sérgio Moro da condução das investigações da Operação Lava-Jato no Paraná, o presidente do Supremo Ricardo Lewandowski pediu que o magistrado preste informações sobre as delações premiadas dos investigados.

Nesta segunda-feira, o parlamentar protocolou uma reclamação no Supremo depois que foi mencionado por um dos investigados e delator, o consultor Julio Camargo. Ele afirmou na última quinta-feira que Cunha o pressionou pelo pagamento de US$ 10 milhões em propina para a contratação de navios-sonda pela Petrobras. Camargo disse ainda que Cunha exigiu o repasse de outros US$ 5 milhões para a manutenção de contratos com a estatal. O deputado nega as acusações.

Como os parlamentares citados no processo têm foro privilegiado, o deputado pede que o caso seja encaminhado ao STF. Os advogados argumentam que teria havido usurpação de competência. Para a defesa, Moro pretende investigar ele mesmo fatos que caberiam ao Supremo. Além disso, no recurso, Cunha também pediu que todas as acusações contra ele no processo sejam anuladas. O peemedebista já responde a uma outra ação na corte no âmbito da Operação Lava Jato, em que é suspeito de ser um dos beneficiários do esquema de corrupção.

O Globo

Blog do BG: http://blogdobg.com.br/#ixzz3gYuoLmwG



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.