GUAMARÉ RN-Greve dos caminhoneiros entra no 9º dia: veja reflexos nas rodovias, transporte público, saúde e educação no RN


s e pneus na BR-101, em São José de Mipibu

Loading...

A greve dos caminhoneiros chega ao 9º dia com reflexos no transporte público, saúde, educação e abastecimento de combustíveis e alimentos no Rio Grande do Norte. O estado amanheceu, novamente, com atos de caminhoneiros em BRs e RNs. A categoria exige redução do preço do óleo diesel e aumento no valor do frete. O vídeo acima mostra um protesto na BR-101, na Grande Natal, onde galhos e pneus foram queimados.

Nesta terça (29), Batalhão de Choque da PM, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional, Exército e Corpo de Bombeiros atuaram na liberação de vias e escoltas de caminhões de combustíveis no estado.

Veja os principais reflexos da paralisação no estado

Transporte público

Nesta terça-feira (29) a frota de ônibus da capital está reduzida, e 70% sairam às ruas. Já o transporte público intermunicipal, está rodando com 80% da frota. De acordo com os empresários, a redução é necessária para evitar um colapso no transporte público pela falta de combustível.

Saúde

Hospital Universitário Onofre Lopes (Foto: Cícero Oliveira)Hospital Universitário Onofre Lopes (Foto: Cícero Oliveira)

Hospital Universitário Onofre Lopes (Foto: Cícero Oliveira)

O Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), em Natal, suspendeu as internações eletivas para evitar desabastecimento para os pacientes que já estão internados. De acordo com a assessoria de comunicação do Huol, a direção adotou essa medida por causa da escassez de insumos na unidade, e a intenção é evitar que falte material para quem já está internado. Gases, luvas e outros materiais usados no cotidiano do Hospital Universitário não estão chegando desde que os motoristas e caminhão iniciaram a paralisação.

Educação

IFRN em Macau, RN (Foto: IFRN/Divulgação)IFRN em Macau, RN (Foto: IFRN/Divulgação)

IFRN em Macau, RN (Foto: IFRN/Divulgação)

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) suspendeu as atividades em 5 campi da instituição “em virtude das dificuldades criadas pelo desabastecimento de combustíveis”. Em várias cidades do estado, alunos de escolas municipais também ficaram sem aula nesta terça (29).

Alimentos

Diretor da Associação dos Supermercados do Rio Grande do Norte (ASSURN), Geraldo Paiva Junior disse que nas grandes redes há falta de frutas e verduras. Em entrevista à imprensa na manhã desta segunda (28), ele alertou que a situação pode ficar mais complicada a partir da quarta-feira (30).

Já na Ceasa, o desabastecimento está cada vez mais evidente. Nesta segunda (28), algumas lojas não abriram as portas. Os preços dispararam e alguns produtos tiveram reajuste de 250% nesta última semana.

Combustíveis

Em Natal, postos zeraram o estoque de combustíveis e fecharam (Foto: Pedro Vitorino)Em Natal, postos zeraram o estoque de combustíveis e fecharam (Foto: Pedro Vitorino)

Em Natal, postos zeraram o estoque de combustíveis e fecharam (Foto: Pedro Vitorino)

O estoque de combustíveis nos postos da região metropolitana de Natal está em situação crítica e no interior do estado muitas cidades já não têm mais estoque, segundo o Sindipostos. De acordo com a estimativa do sindicato, apenas 12% do combustível esperado para os últimos seis dias chegou aos postos da Grande Natal.

Aeroporto

PRF faz escolta de caminhões carregados de QAV para os aeroportos de Natal, João Pessoa e Fortaleza (Foto: PRF/Divulgação)PRF faz escolta de caminhões carregados de QAV para os aeroportos de Natal, João Pessoa e Fortaleza (Foto: PRF/Divulgação)

PRF faz escolta de caminhões carregados de QAV para os aeroportos de Natal, João Pessoa e Fortaleza (Foto: PRF/Divulgação)

O Aeroporto Internacional Aluízio Alves continua operando normalmente. De acordo com a Inframérica, que administra o terminal, o aeroporto está abastecido e não há risco de cancelamento de voos. A PRF confirmou que está escoltando caminhões com querosene de aviação para os aeroportos de Natal, Fortaleza e João Pessoa.

Rodovias federais

A PRF registra atos de caminhoneiros em várias BRs que cruzam o estado. São elas:

BR-101

Na BR-101, em Parnamirim, caminhoneiros permanecem mobilizados (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)Na BR-101, em Parnamirim, caminhoneiros permanecem mobilizados (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)

Na BR-101, em Parnamirim, caminhoneiros permanecem mobilizados (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)

  • Parnamirim (km 105) – Com bloqueio parcial. Fica em frente ao Parque de Exposições Aristófanes Fernandes. Foi o primeiro ponto de interdição a ser formado, ainda na segunda (21). Na tarde desta segunda (28), a PRF negociou com os caminhoneiros que retiraram os caminhões da pista principal e deslocaram para o acostamento.
  • São José de Mipibu (km 125) – Com bloqueio parcial.
  • Touros (Km 06) – Com bloqueio parcial.

BR-110

  • Areia Branca (Km 35) – Com bloqueio parcial.

BR-226

Na BR-226, rodovia segue parcialmente bloqueada com pneus  (Foto: Édipo Natan)Na BR-226, rodovia segue parcialmente bloqueada com pneus  (Foto: Édipo Natan)

Na BR-226, rodovia segue parcialmente bloqueada com pneus (Foto: Édipo Natan)

  • Santa Cruz (Km 109) – Com bloqueio parcial.
  • Jucurutu (Km 241) – Com bloqueio parcial.

BR-304

  • Mossoró (Km 33) – Com bloqueio parcial. Desde a terça-feira, dia 22, caminhoneiros bloqueiam esse trecho, que liga Mossoró a Fortaleza, no Ceará. Só carros de passeio, motos e ambulâncias passam.
  • Assu (Km 106) – Desbloqueada às 17h por policiais rodoviários federais.
  • Caiçara do Rio do Vento (Km 220) – Com bloqueio parcial.

BR-405

  • Apodi (Kms 72 e 78) – Com bloqueios parciais.

BR-406

  • João Câmara (Km 100) – A via foi totalmente liberada por volta das 14h30 após o envio de um comboio até João Câmara, com carros do Batalhão de Choque da PM, Polícia Federal, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional, Exército e Corpo de Bombeiros. A liberação da via foi pacífica.

BR-427

Na BR-427, em Caicó, caminhoneiros seguem mobilizados (Foto: Sidney Silva)Na BR-427, em Caicó, caminhoneiros seguem mobilizados (Foto: Sidney Silva)

Na BR-427, em Caicó, caminhoneiros seguem mobilizados (Foto: Sidney Silva)

  • Caicó (Km 104) – Com bloqueio parcial. O trecho liga Caicó a Serra Negra do Norte. Os caminhoneiros estão bloqueando caminhões, mas permitem a passagem de carros menores.

Rodovias estaduais

Na RN-092, em Japi, manifestantes impediram a passagem de caminhões  (Foto: Édipo Natan)Na RN-092, em Japi, manifestantes impediram a passagem de caminhões  (Foto: Édipo Natan)

Na RN-092, em Japi, manifestantes impediram a passagem de caminhões (Foto: Édipo Natan)

Algumas rodovias estaduais também têm paralisação. São elas:

  • RN-O16, em Assu.
  • RN-O86, em Parelhas.
  • RN-O15, em Baraúna.
  • RN-092, em Japi.
  • RN-093, em Passa e Fica.
GUAMARÉ RN-Greve dos caminhoneiros entra no 9º dia: veja reflexos nas rodovias, transporte público, saúde e educação no RN
Avalie esta postagem



Loading...

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *