GUAMARÉ RN-É cedo para julgar a administração da Prefeita Interina Diva Araújo


????????????????????????????????????29 de outubro de 2018   Deixe seu Comentário
É fato público que a população de Guamaré é sabedora que na campanha eleitoral de 2016, a coligação “Guamaré Merece Mais” liderada por Mozaniel de Melo, pediu na justiça eleitoral a impugnação do registro do candidato à reeleição do Prefeito Hélio Miranda.
Já o Ministério Público Eleitoral fez o oposto da coligação, por entender que não havia motivos para fazer tal pedido à justiça. O pedido de registro de Hélio foi indeferido pela primeira instância atendendo ação movida pela coligação “Guamaré Merece Mais”.
O Prefeito Hélio sabia na época do registro de candidatura que seu pedido tinha 50% para ser deferido e 50% para ser indeferido, mas que ele iria lutar até o fim pelo o seu direito. Hélio em nenhum momento mentiu para seu povo. Ele foi eleito com uma votação histórica, e se manteve no cargo no segundo mandato por força de uma liminar.
Caso Hélio tivesse indicado outro candidato a campanha de 2016 havia uma grande chance de Mozaniel ganhar as eleições, derrotando todo o grupo liderado por Hélio.
Durante esse tempo a oposição não se cansou em nenhum momento, mudou a estratégia de gritos por silencio, e trabalhou esse tempo todo à surdina no TRE/RN, no TSE, e STF para consolidar a queda do prefeito Hélio eleito pelo o povo, e tem uma aprovação de 80% de aceitação popular.
Com a decisão o Supremo Tribunal Federal afastou de imediato o Prefeito Hélio Miranda, e determinou novas eleições no município, com sua saída a cidade se encontra a deriva com as constantes mudanças no cenário administrativo de prefeito e presidente da câmara.
Pois bem…
A coligação “Guamaré Merece Mais” liderada por Mozaniel de Melo em minha opinião, é a única protagonista da atual situação de instabilidade que vive o município hoje, e não a vereadora Diva Araújo, que assumiu a Prefeitura Interinamente por força da justiça, ela não é a tirana que muitos querem pintar.
Se para a situação ou oposição, a vereadora Diva Araújo traiu, ou usou um “golpe baixo (como eles dizem nas esquinas)” para assumir a prefeitura, quem sou eu para afirmar, se foi ou não.
O que posso dizer é que a Política é como nuvem. Você olha e ela estar de um jeito, poucos minutos, olha de novo e ela já mudou. “Em miúdos… Os inimigos de ontem são aliados de hoje e os aliados de hoje poderão ser inimigos amanhã”.
Diva Araújo substituiu o vereador e presidente da Câmara Municipal, Emilson de Borba Cunha (LULA), que ocupou o executivo por pouco menos de 24 horas, após o STF ter afastado o prefeito Hélio Miranda, eleito pelo o povo neste segundo mandato.
Li por mais de uma vez, atentamente, a carta da prefeita Diva Araújo dirigida  ao povo guamareense e, diante de sua verdade, posso afirmar como cidadão deste município e membro da imprensa local, que ainda é muito cedo para fazer juízo de valor da administração da nova prefeita, a saber:
Pela primeira vez Guamaré tem uma mulher na frente da prefeitura e aqui pra gente: Não está sendo fácil pra ela. Após a saída do Prefeito Hélio Miranda, com a entrada de LULA e logo após sua saída, Diva foi convocada pela justiça para segurar o pepino, mas há muita gente na cidade do próprio governo que preferia Lula, desejo este expressado no grupos de Whats App.
Posso afirmar que Guamaré passa por um momento de turbulência e vários setores já sofrem com o descaso, mesmo assim, ela não desistiu, teve humildade de pedir em carta aberta ajuda a população e servidores para cuidar de Guamaré.
Na carta, ela se posiciona e mostra o outro lado da história, o verdadeiro lado da história. Diva afirma que tem plena consciência que o cargo que ocupa de PREFEITA é algo passageiro, e que sua verdadeira missão e posição é aquela que o povo lhe concedeu de ser vereadora de Guamaré.
Deixou claro também que sempre respeitou a vontade da maioria do povo que escolheu para o executivo da cidade em 2016 o Prefeito Hélio Miranda. No entanto, sua ida o executivo se deu por determinação da justiça a assumir a prefeitura.
Afirmou veementemente que nunca houve traição como alguns estão pregando nas ruas e redes sociais, “nunca houve uma manobra arquitetada ardilosamente, o que realmente houve foi uma decisão judicial baseada em processos e denúncias antigos e atuais, no qual não tive nenhum envolvimento. nunca orientei, nem muito menos incentivei ninguém a realizar qualquer denúncia”, comentou.
Não é o momento de torcer que o “quanto pior melhor” vença. Os serviços foram paralisados, funcionários estão protocolando pedido de demissão coletivo mesmo sem a prefeita ter manifestado o desejo de exonerar um só servidor público.
Estes servidores não quiseram sequer um diálogo, sem ao menos lhe dar a chance de clamar por ajuda e compreensão para que a população não sofra com tais atitudes inconsequentes. Diva Araújo não está implorando o voto dos servidores e sim fazendo um pedido de socorro, de clamor para que todos possam ajudar a botar a máquina para funcionar.
Há quem afirme que se porventura LULA tivesse assumido a Prefeitura, ele ficaria com boa parte dos servidores do atual governo, fato pouco provável. Pois como LULA é aliado e amigo de Mozaniel de Melo e Gustavo Santiago, certamente seu povo já tinha cadeiras certas nas secretarias e setores do executivo Municipal, e todos seriam exonerados com uma canetada só.
A nova prefeita admite na carta que recebeu a casa em ordem e arrumada, mas sente dificuldades de colocar as coisas em seu devido lugar, a fé em Deus e da família e militantes, tem sido o combustível de continuar trabalhando dia e noite para dar tudo certo e colocar a locomotiva nos trilhos até DEUS resolver o destino de Guamaré.
Para quem pensava que a vereadora seria candidata à prefeita nas eleições suplementar que ocorrerá nos próximos dias, se enganou feio… Ela afirmou no texto, se antecipando que não será candidata a prefeita, sua preocupação será de devolver Guamaré a quem é de direito – o povo.
Governar uma prefeitura como a de Guamaré não é fácil… Por esta razão Diva Araújo, “considera que é hora de unirmos, de deixar de lado os interesses políticos, o orgulho, o revanchismo e trabalhar juntos, pensando apenas na nossa cidade.  prefeitura não é minha, nem de ninguém, repito, é do povo; e por assim entender, penso que todos devem participar dessa gestão de transição”, disse.
De uma coisa não podemos jamais negar… Haverá muitas águas ainda para rolar no cenário político e administrativo da cidade.  Nada está decido, porque o vereador LULA poderá voltar ao cargo, assim ele mesmo adiantou em carta aberta, como também o STF poderá decidir à recondução do prefeito Hélio à prefeitura a qualquer momento.
Poderá ainda, nos próximos dias haver eleições suplementares e a cidade eleger o novo prefeito do município, assim como bate a porta a eleição da presidência da Câmara Municipal para o biênio 2019/2020.
Com estas mudanças, muitas coisas ainda poderão acontecer, mas não esqueçam, meus amigos de Guamaré: tudo isso que a cidade vive hoje deve-se a um protagonista… A coligação “Guamaré Merece Mais”, liderada por Mozaniel de Melo.
O que resta a população é aguardar as decisões da justiça, talvez, uma eleição suplementar nos próximos dias, assim, a população irá novamente escolher nas urnas o candidato que será melhor para governar Guamaré pelos os próximos dois anos.
Seja, o candidato de Hélio, seja Mozaniel, ou seja, outra terceira força que poderá surgir será o prefeito de todos. Isto se o STF não devolver em tempo o mandato ao seu devido dono eleito pelo o povo nas urnas, o prefeito legitimo Hélio Miranda!
FacebookTwitterWhatsApp
GUAMARÉ RN-É cedo para julgar a administração da Prefeita Interina Diva Araújo
Avalie esta postagem



Loading...

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *