GUAMARÉ RN -Após ‘escassez’, Petrobras aumenta a oferta de gasolina em Guamaré


Posto-de-combustivel-HD-8-1024x679

Vários postos de combustível em Natal e em algumas cidades do interior do Estado, como Currais Novos, ficaram sem gasolina para revender aos clientes na última quarta-feira (8). De acordo com funcionários do setor, o problema seria a ‘escassez’ da gasolina no município de Guamaré, cidade polo da Petrobras, responsável pelo suprimento do produto às distribuidoras do Rio Grande do Norte.

Em contato com O JORNAL DE HOJE, a Petrobras informou que o fornecimento de gasolina no polo de Guamaré já está complementado com oferta adicional de produto a partir dos polos de Cabedelo (PB), Fortaleza (CE), e Ipojuca (PE), conforme previsto na relação da Petrobras com as distribuidoras locais.

Em nota enviada à reportagem deste vespertino, foram entregues nesta quinta-feira (9) 2,6 milhões de litros de gasolina às companhias distribuidoras em Guamaré. “Adicionalmente, visando o aumento da oferta local no polo de Guamaré, está prevista a chegada de um navio com gasolina no dia 10 de outubro”, esclarece o texto.

O suprimento de combustível nos postos dos municípios do Rio Grande do Norte fica a cargo das distribuidoras locais, que usualmente adquirem seu produto no polo da Petrobras em Guamaré. Para evitar possíveis falhas de operação com o polo, alguns empresários do setor, que por diversas vezes reclamaram de problemas de abastecimento, buscam alternativas para não serem mais prejudicados no mercado.

Em quatro postos de diferentes bandeiras visitados pela equipe do JH na manhã desta sexta-feira (10), nenhum deles passou por problemas com a escassez. O motivo: todos possuem caminhões de abastecimento próprios. “Aqui nunca falta combustível. O dono do posto é precavido. Se faltar em Guamaré, ele mesmo manda buscar a gasolina em outro Estado. Nós não dependemos das distribuidoras”, afirmou o gerente de um posto no bairro de Lagoa Seca.

O segmento do varejo de combustível em Natal também ficou em estado de “alerta” no mês de abril deste ano. As distribuidoras locais não enviaram as carretas programadas com o produto e o resultado direto foi o desabastecimento em diversos postos.

Na época, informações extra-oficiais apontaram que houve falta de um dos componentes usados na produção da gasolina, mas o Sindicato Nacional das Distribuidoras de Combustíveis e de Lubrificantes (Sindicom), que congrega todas as distribuidoras do mercado, não se pronunciou sobre o assunto.

Dessa vez, a entidade chegou a afirmar apenas que o RN não passou por problemas de desabastecimento e que volumes adicionais da gasolina estavam chegando às distribuidoras. O JH tentou contato com o Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do RN (Sindipostos), mas não conseguiu falar com a diretoria sobre esse assunto.

GUAMARÉ RN -Após ‘escassez’, Petrobras aumenta a oferta de gasolina em Guamaré
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *