GUAMARÉ-MACAU-PENDÊNCIAS-CARNAUBAIS-IPANGUASSU-ASSU-Clubes do RN mudam técnicos às vésperas de jogos da Copa do Brasil


img_0417

17/09/2014 17h04 – Atualizado em 17/09/2014 17h04

Clubes do RN mudam técnicos às vésperas de jogos da Copa do Brasil

Oliveira Canindé e Zé Teodoro levam América-RN e ABC pela primeira vez às
quartas de final da Copa do Brasil, mas irregularidade na Série B causa demissões

Por Augusto Gomes e Carlos ArthurNatal

Oliveira Canindé e Zé Teodoro estão para sempre nas histórias de América-RN e ABC, respectivamente. Eles foram os técnicos responsáveis por levar os dois maiores clubes do Rio Grande do Norte pela primeira vez às quartas de final da Copa do Brasil. Entretanto, as boas campanhas não garantiram os empregos da dupla devido à irregularidade na Série B do Campeonato Brasileiro.

A coincidência é que ambos chegaram ao futebol potiguar em março deste ano, e amargam a saída em setembro, poucos dias antes dos confrontos pela Copa do Brasil. Os jogos estão marcados para 1º e 15 de outubro. O Alvinegro enfrenta o Cruzeiro no Mineirão, em Belo Horizonte, e o Alvirrubro encara o Flamengo na Arena das Dunas, em Natal, nas partidas de ida.

Oliveira Canindé - Zé Teodoro - América-RN - ABC (Foto: Fabiano de Oliveira)Oliveira Canindé e Zé Teodoro assumiram e foram demitidos dos clubes nos mesmos meses (Foto: Fabiano de Oliveira)

Oliveira Canindé deixa o América-RN “no momento certo”

Eu acho que foi a decisão correta, no momento certo”
Oliveira Canindé, após demissão

Oliveira Canindé assumiu o América-RN após a saída de Leandro Sena, que não resistiu à goleada por 4 a 0 sofrida para o Ceará, pela semifinal da Copa do Nordeste. Em seis meses de clube, o Mecão conquistou o Campeonato Potiguar de 2014, além da inédita classificação para quartas de final, marcada pela histórica vitória por 5 a 2 sobre o Fluminense, no Maracanã, em duelo pela terceira fase.

O treinador foi demitido após a derrota para o Oeste, em Natal, em jogo válido pela 21ª rodada da Série B. O clube ocupava a 14ª posição na tabela de classificação, com 24 pontos, e chegava à quarta derrota seguida na Arena das Dunas – para Santa Cruz, Ponte Preta, Paraná e Oeste. Em seu lugar assumiu Marcelo Martelotte, que dirigiu o Atlético-GO até a nona rodada da mesma competição e estava sem clube desde então.

– Eu acho que foi a decisão correta, no momento certo. Foram dois jogos nesse returno e a equipe precisa embalar na competição. Não tivemos os resultados esperados, principalmente neste segundo jogo, então é normal que tenha essa mudança, visando melhorar na sequência da competição, antes que seja tarde. Então, acredito que o presidente acertou. Ele tem o meu respeito, carinho, admiração e tem minha torcida para que o América-RN retome o caminho das vitórias – declarou Oliveira horas após o anúncio de sua saída.

Zé Teodoro via o ABC “no caminho certo”

Zé Teodoro - técnico do ABC (Foto: Augusto Gomes/GloboEsporte.com)Zé Teodoro sai de cena no ABC: torcida perdeu paciência (Foto: Augusto Gomes)

Zé Teodoro chegou ao ABC no final do mês de março. Ele assumiu o clube no lugar de Roberto Fernandes, que foi mantido após salvar o clube do rebaixamento na Série B de 2013, mas fracassou no ano seguinte. O comandante alvinegro não obteve sucesso na sequência do Campeonato Potiguar, mas iniciou bem a disputa do Brasileiro. O clube chegou a frequentar o grupo de acesso por cinco rodadas antes da pausa para a disputa da Copa do Mundo.

O treinador chegou a afirmar que na volta à competição a equipe apresentaria um futebol melhor e brigaria pelo acesso, mas não foi o que aconteceu. Apesar dos problemas e da impaciência da torcida, gostava de falar que a equipe estava no “caminho certo”, como aconteceu após a derrota para a Ponte Preta, gota d’água para sua demissão.

Tem muito chão pela frente, não adianta desesperar”
Zé Teodoro, antes de ser demitido

– Nós estamos no caminho certo. O clube está vivendo um momento diferente dos dois últimos anos. Está numa boa condição da tabela, a nove pontos para chegar no G-4, e nove pontos distante da situação de baixo. Com certeza, não há preocupação nenhuma com relação a rebaixamento. Temos que jogar mais um pouco e resolver o desgaste que nós temos, que é normal acontecer por estar participando da Copa do Brasil e por ter um elenco menor. Tem muito chão pela frente, não adianta desesperar. É saber administrar e trabalhar. Como não temos tempo para trabalhar, não tem jeito de treinar, nós estamos só jogando – declarou na última entrevista coletiva como treinador do ABC, na noite de terça-feira.

A boa campanha na Copa do Brasil também não foi suficiente para segurar Zé Teodoro até o duelo contra o Cruzeiro. O desempenho na Série B começou a declinar – são três jogos sem vitórias e sem marcar gols – e o treinador sai de cena com o clube na 13ª colocação, com 29 pontos. A direção do Mais Querido ABC ainda procura um substituto, justamente pensando no confronto contra o líder da Série A do Brasileirão, além da reabilitação na Segundona.

Para ler mais notícias do GloboEsporte.com Rio Grande do Norte, clique emgloboesporte.globo.com/rn. Siga também o GE R



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.