Funkeiro morto em Porto Alegre já havia sofrido tentativa de homicídio


mc_guziinho

Encontrado morto com marcas de tiro na madrugada desta sexta-feira (22) em Porto Alegre, o funkeiro Guilherme Kaue Marques da Silva, conhecido como MC Guizinho, possuía antecedentes por tráfico de drogas e outros crimes e já havia sofrido uma tentativa de homicídio, diz a Polícia Civil.

O corpo de jovem de 21 anos foi achado em uma rua do bairro Vila Nova, na Zona Sul da capital gaúcha, envolvido em um saco plástico. Segundo a polícia, ele foi morto com pelo menos oito tiros, quatro deles na cabeça. Em maio, o cantor já havia sido baleado na coxa e na canela, segundo a polícia.

Responsável pela investigação, o delegado Rodrigo Pohlmann Garcia, da 4ª Delegacia do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), diz que MC Guizinho foi preso em dezembro do ano passado por tráfico de drogas. À época, a polícia encontrou com ele 20 frações de maconha.

Em janeiro deste ano, o jovem foi preso por receptação, após ser flagrado com um veículo roubado. No histórico de crimes do funkeiro ainda constam posse ilegal de arma, desacato a um policial e um registro de ameaça, enumera o delegado.

“Essa é uma das linhas de investigação: relação com os traficantes da Cohab, já que há uma guerra entre facções da região. A segunda é a tentativa de homicídio anterior, que já temos um suspeito, e a terceira é a própria atividade profissional dele, amigos e pessoas próximas”, disse o delegado Rodrigo Pohlmann ao G1.

O crime teria ocorrido por volta das 2h30, conforme o relato de moradores que escutaram os disparos. A polícia acredita que o corpo tenha sido arrastado por alguns metros até o local onde foi achado, já que apresentava alguns machucados no joelho.

“No local onde ele foi desovado, a execução deve ter sido muito próxima. É uma área que fica atrás de uma mata. Bem naquele momento, não tinha nada”, explica o delegado. “Ainda não conseguimos descobrir qual foi o local da execução”, acrescenta.

MC Guizinho era mais conhecido na Zona Sul de Porto Alegre e se apresentava em bailes funk e casas noturnas. Segundo a polícia, ele deixou a casa da família na Zona Norte da cidade no ano passado para residir na Cohab Cavalhada, região com histórico de conflitos entre traficantes.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.