FOTOS IMAGENS-‘Viagem da morte’, diz suspeito de assassinar motorista de aplicativo no RN



Arma foi apreendida com os suspeitos, pela PM, em Natal — Foto: PM/DivulgaçãoArma foi apreendida com os suspeitos, pela PM, em Natal — Foto: PM/Divulgação

Arma foi apreendida com os suspeitos, pela PM, em Natal — Foto: PM/Divulgação

A Polícia Civil encontrou na manhã desta segunda-feira (31) o corpo de um homem que pode ser o motorista de aplicativo Gilberto Bezerra de Souza, de 70 anos, desaparecido desde sábado passado (29). O corpo encontrado estava na zona rural do município Senador Elói de Souza, distante cerca de 60 quilômetros de Natal. A Polícia Civil chegou ao local após encontrar mensagens nos celulares dos dois suspeitos, um de 21 anos e outro de 18, que os ligavam ao desaparecimento do idoso.

A dupla suspeita de matar o motorista foi presa na noite de domingo (30), por outro motivo. Os dois homens solicitaram um táxi e, enquanto estavam no carro, levantaram suspeitas do taxista. Ao passar por uma base policial, a vítima jogou o veículo na contramão com a intenção de chamar a atenção da polícia.

Ao abordar os suspeitos, a Polícia Militar encontrou várias mensagens trocadas entre os dois, em que eles relatavam detalhes de um possível assassinato. Entre elas, estava um print da chamada do carro de Gilberto Bezerra de Souza, no aplicativo Uber, com a seguinte frase: “Viagem de sua morte”. Na mensagem seguinte, um deles dizia: “Eu sou tão psicopata que perguntei onde ele ia passar o ano novo”.

Celular encontrado com suspeitos tinha mensagens trocadas entre suspeitos do desaparecimento de motorista de aplicativo no RN — Foto: PM/DivulgaçãoCelular encontrado com suspeitos tinha mensagens trocadas entre suspeitos do desaparecimento de motorista de aplicativo no RN — Foto: PM/Divulgação

Celular encontrado com suspeitos tinha mensagens trocadas entre suspeitos do desaparecimento de motorista de aplicativo no RN — Foto: PM/Divulgação

Os dois homens pegaram o carro no bairro de Igapó, na Zona Norte, para uma viagem até o município de Macaíba, na Grande Natal. À Polícia Civil, os suspeitos disseram que a intenção era cometer um assalto.

Após o assassinato, a dupla fez fotos e vídeos no carro da vítima no momento em que retornavam para Natal. Um deles cita ainda que “deu um tiro na cabeça dele, mas não fui ver se ele morreu” e mostra arrependimento por não ter conferido se havia dinheiro nos bolsos da vítima.

Em mensagens seguintes, um dos suspeitos relata tristeza por ter matado “uma pessoa inocente”, se diz “um lixo” e se pergunta: “Por que eu fiz isso?”. Na sequência, os dois conversam sobre o medo de ser preso e cogitam a possibilidade de fugirem.

Um terceiro homem, que aparece em uma das fotos tiradas pela dupla dentro do carro, ainda é procurado. O carro do idoso foi encontrado no sábado (29) à noite no bairro do Alecrim, na zona Leste de Natal.

MAIS DO G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.