FOTOS IMAGENS-Uma semana após incêndio com 4 mortes, polícia aguarda laudo e segue investigações sobre tragédia; mãe e filhas são vítimas


Uma semana após incêndio com 4 mortes, polícia aguarda laudo e segue investigações sobre tragédia; mãe e filhas são vítimas

Uma semana após incêndio com 4 mortes, polícia aguarda laudo e segue investigações sobre tragédia; mãe e filhas são vítimas

Por G1 BA

 


00:00/02:37

Uma semana após incêndio em edifício, moradores ainda sentem a dor da tragédia

Uma semana após incêndio em edifício, moradores ainda sentem a dor da tragédia

As investigações para esclarecer a causa do incêndio que causou a morte de quatro pessoas — entre elas, mãe e duas filhas — em Feira de Santana, cidade a 100km de Salvador, continuam após uma semana do caso, mas a polícia ainda não apontou o que pode ter causado o fogo.

De acordo com a delegada Bianca Andrade, responsável pelas investigações, o laudo do Departamento de Polícia Técnica (DPT), elaborado a partir da perícia, ainda não foi divulgado. Ainda segundo a delegada, o DPT não estipulou um prazo, mas informou que o documento sairá o “mais rápido possível”.

Bianca Andrade detalhou também que alguns familiares das vítimas, moradores do prédio e vizinhos já foram ouvidos. No entanto, a delegada não quis comentar as suspeitas da polícia sobre as possíveis causas do incêndio.

Morreram Bruna Mili Ferreira Barbosa, de 24 anos, Jéssica Ferreira Barbosa, 25, e a mãe delas Emília Lima Ferreira, 50 anos — Foto: Reprodução/TV BahiaMorreram Bruna Mili Ferreira Barbosa, de 24 anos, Jéssica Ferreira Barbosa, 25, e a mãe delas Emília Lima Ferreira, 50 anos — Foto: Reprodução/TV Bahia

Morreram Bruna Mili Ferreira Barbosa, de 24 anos, Jéssica Ferreira Barbosa, 25, e a mãe delas Emília Lima Ferreira, 50 anos — Foto: Reprodução/TV Bahia

O clima ainda é de consternação no condomínio Iguatemi I, no bairro Mangabeira. No prédio onde as chamas se alastraram, todos os moradores foram retirados após a tragédia.

No dia do incêndio, o térreo pegou fogo. No desespero, alguns moradores saíram correndo e foram atingidos pelas chamas.

Nelcione Souza Braz, mãe de Bárbara, teve 90% do corpo queimado, e foi internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) para atualizar o estado da paciente, mas até por volta do meio-dia, o órgão ainda não havia divulgado o boletim.

A tragédia deixou os vizinhos traumatizados. “Fique dias sem dormir, sem comer. Sábado fui pro velório, fui pro enterro, passei mal, fui parar na UPA por causa disso. Meus filhos que nem estavam aqui ficaram com medo. Está sendo muita tristeza, muita tragédia pra gente”, relata Juliana Costa, vizinha das vítimas.

Bárbara Braz Pereira — Foto: Reprodução/TV BahiaBárbara Braz Pereira — Foto: Reprodução/TV Bahia

Bárbara Braz Pereira — Foto: Reprodução/TV Bahia

Incêndio aconteceu na manhã do dia 4 de dezembro. — Foto: Reprodução / TV BahiaIncêndio aconteceu na manhã do dia 4 de dezembro. — Foto: Reprodução / TV Bahia

Incêndio aconteceu na manhã do dia 4 de dezembro. — Foto: Reprodução / TV Bahia



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.