FOTOS IMAGENS-Secretaria afasta delegado de plantão para investigar post sobre morte de vereadora Marielle Franco



Por G1 PE

 

Comentários contra vereadora Marielle Franco viralizaram e delegado foi afastado; policial nega ter feito a postagem (Foto: Reprodução/WhatsApp)Comentários contra vereadora Marielle Franco viralizaram e delegado foi afastado; policial nega ter feito a postagem (Foto: Reprodução/WhatsApp)

Comentários contra vereadora Marielle Franco viralizaram e delegado foi afastado; policial nega ter feito a postagem (Foto: Reprodução/WhatsApp)

A Secretaria de Defesa Social informou neste domingo (18) que afastou o delegado Jorge Ferreira, da Polícia Civil de Pernambuco, dos plantões na Delegacia da Mulher do Recife, após uma publicação no Facebook a respeito do assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL), assassinada no Rio de Janeiro na quarta-feira (14). O delegado nega ter escrito os comentários sobre a parlamentar.

Imagens enviadas ao WhatsApp da TV Globo mostram um comentário em que o delegado teria chamado a vereadora de “mulher de bandido” e outras ofensas. Em um vídeo publicado neste domingo, no Facebook, o delegado se defende das acusações e diz que “aquilo me apavorou, porque em momento algum eu postei uma coisa daquela natureza, quem me conhece, sabe”.

Em nota, a SDS informou que há um mês o delegado dava plantões na Delegacia da Mulher de Santo Amaro, no centro do Recife, mas sem exercer cargos de chefia ou coordenação na unidade. Nas redes sociais, o conteúdo foi compartilhado por milhares de pessoas, gerando uma série de comentários contrários à suposta postura do delegado.

Na publicação, o delegado teria dito, ainda, que Marielle “troca de facção criminosa, é assassinada pelos ‘mano'”, e “detesto bandido e quem os defende odeio mais ainda”.

A publicação, segundo a secretaria, foi encaminhada à Corregedoria Geral da SDS, que iniciou uma investigação preliminar. Caso haja procedência na apuração, será instaurado um Procedimento Administrativo Disciplinar, no qual o delegado terá direito a defesa. Até a conclusão da investigação, o delegado fica à disposição do setor de recursos humanos da Polícia Civil.

A nota enviada pela Secretaria de Defesa Social diz, ainda, que o teor das afirmações é “incompatível com o posicionamento do governo, da Secretaria de Defesa Social e da Polícia Civil, que prezam e focam todos os seus esforços na preservação da vida, proteção dos cidadãos, tolerância e paz social”.

FOTOS IMAGENS-Secretaria afasta delegado de plantão para investigar post sobre morte de vereadora Marielle Franco
Avalie esta postagem



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *