FOTOS IMAGENS-Paris vive dia de terror: dezenas de mortos, centenas de reféns e ataque suicida


83cae3b0-8a65-11e5-871c-fd8c46416a4d_Screen-Shot-2015-11-13-at-22-16-32

Paris vive dia de terror: dezenas de mortos, centenas de reféns e ataque suicida

Paris vive dia de terror: dezenas de mortos, centenas de reféns e ataque suicida

(AP Photo/Michel Euler)(AP Photo/Michel Euler)

A França viveu nesta sexta-feira, 13 de novembro, um dos piores dias de sua História. Uma série de atentados na capital Paris deixou, segundo informações oficiais, mais de 35 mortos e centenas de feridos. Por volta das 21h45 (horário de Brasília), policiais invadiram a casa de shows Bataclan, mataram dois terroristas e libertaram cem reféns.

Homem é retirado do Bataclan por policiaisHomem é retirado do Bataclan por policiais

A libertação dos reféns aconteceu minutos após invasão da polícia. Os policiais realizaram a invasão logo depois que reféns, por meio de suas contas em redes sociais [veja imagem abaixo, escrita em francês], afirmaram que os terroristas matavam uma a uma as pessoas que estavam no local.

ReproduçãoReprodução

O Itamaraty confirmou a presença de dois brasileiros atingidos pelo ataque em Paris. A identidade de ambos não foi revelada, mas sabe-se que trata de uma mulher, que tem apenas ferimentos, e um homem, que estaria em estado grave.

No mesmo momento do tiroteio, testemunhas ouviram uma forte explosão próxima do Stade de France, onde a França enfrentava a Alemanha em amistoso sob os olhares do presidente francês François Hollande. Por lá, três pessoas morreram e a polícia confirmou a existência de um ataque com homem-bomba.

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

Tão logo os ataques próximos ao estádio foram registrados e o presidente foi evacuado no local. Mesmo com as ameaças, o jogo seguiu normalmente e a torcida continuou dentro do estádio até o final do jogo, sendo, no entanto, impedida de sair do local após o término do amistoso entre franceses e alemãos.

TwitterTwitter

O restaurante no qual houve o tiroteio que deixou 18 mortos é o Le Carillon, que fica exatamente no mesmo bairro da revista Charlie Hebdo. A publicação,  em janeiro deste ano, foi alvo de ataque terrorista que acabou com toda sua redação morta.

Ainda no começo desta sexta-feira, o hotel Molitor de Paris, onde está hospedada a seleção alemão, foi evacuado por ameaça de bomba. Os jogadores mudaram de hotel e uma equipe anti-bomba fez a ronda pelo local, sem maiores preocupações.

Em um vídeo colocado na internet é possível ouvir exatamente o barulho da explosão direto do Stade de France. Assista:

FOTOS IMAGENS-Paris vive dia de terror: dezenas de mortos, centenas de reféns e ataque suicida
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *