FOTOS IMAGENS- pânico de alunos enquanto bandidos assaltavam colégio em Salvador;


 


00:00/00:00

Erro ao carregar o recurso de vídeo.

Ocorreu um problema ao tentar carregar o vídeo. Atualize a sua página para tentar novamente.

Acesso gratuito

Faça seu login grátis e tenha acesso ilimitado às exclusividades G1

Flagrante: bandidos assaltam escola em plena luz do dia em Cajazeiras

Flagrante: bandidos assaltam escola em plena luz do dia em Cajazeiras

Vídeos feitos com celulares mostram o momento de pânico e de muita correria vivido por estudantes durante um assalto ao Colégio Estadual Edvaldo Brandão, no bairro de Cajazeiras, em Salvador, na quinta-feira (28). No registro, é possível ver parte da ação dos cerimoniosos.

As imagens mostram os estudantes correndo desesperados pelo local. Muitos alunos tentaram deixar o colégio, com medo de agressões.

Um dos vídeos apresenta o momento exato da ação dos bandidos. É possível ver três homens, um deles armado.

O assalto ocorreu por volta das 11h20 de quinta-feira, em Cajazeiras IV. — Foto: Reprodução / TV BahiaO assalto ocorreu por volta das 11h20 de quinta-feira, em Cajazeiras IV. — Foto: Reprodução / TV Bahia

O assalto ocorreu por volta das 11h20 de quinta-feira, em Cajazeiras IV. — Foto: Reprodução / TV Bahia

O assalto ocorreu por volta das 11h20 de quinta-feira, em Cajazeiras IV. Os criminosos invadiram três salas, onde estudantes do terceiro ano do ensino médio assistiam aula de geografia.

Conforme a polícia, três homens participaram da ação. Um deles estava armado. Contudo, nenhum disparo foi feito na ação. Uma estudante, porém, foi levada para um a unidade de saúde da região depois de ser agredida com tapas, após tentar esconder o celular.

“Um estava com o rosto coberto. O outro estava descoberto. Na hora eu estava olhando, porque fiquei em pânico, parada. Depois, eles foram pedindo os celulares. Outro com a arma. Na reação, eu escondi, mas várias pessoas deram. Inclusive, ele bateu nas minhas costas. Teve outra menina [que apanhou também], mas eu não vi. Ela que falou. Uma está na emergência e outra foi pra casa”, disse uma estudante, que preferiu não se identificar.

“Dois passaram recolhendo tudo. Pediu para abaixar a cabeça e saiu. A minha sala foi a primeira. Se a gente tivesse ouvido gritos, vozes, pelo menos a gente iria sair correndo. Mas nem isso…”, contou outra.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação informou que os suspeitos pularam o muro para ter acesso à unidade escolar, e que a direção da escola acionou a PM, a Ronda Escolar e o Samu para dar assistência aos estudantes, assim que tomou conhecimento do ocorrido. Ainda conforme a secretaria, uma reunião será realizada com o comando da Ronda Escolar para definir o reforço da segurança no entorno do colégio.

Sem aula

Colégio foi encontrado fechado nesta sexta-feira (29). — Foto: Reprodução / TV BahiaColégio foi encontrado fechado nesta sexta-feira (29). — Foto: Reprodução / TV Bahia

Colégio foi encontrado fechado nesta sexta-feira (29). — Foto: Reprodução / TV Bahia

Na manhã desta sexta-feira (29), a equipe da TV Bahia retornou ao colégio e identificou que o local estava fechado.

“A gente recebeu a notícia ontem de que as aulas retornariam hoje normal, viemos, mas não tem aula. Está fechado. O vigilante disse que não tem aula”, contou uma das mães, que estava acompanhada com a estudante.

De acordo com os funcionários da escola, a previsão é que as aulas sejam retomadas na segunda-feira (1°).

G1 entrou em contato com a Secretaria Estadual de Educação para pedir mais informações, além de saber quando as aulas retornarão, mas até a publicação desta matéria não obteve resposta.

SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

MAIS DO G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.