FOTOS IMAGENS-. O suspeito disse que o crime aconteceu depois que o padre tentou fazer sexo com ele.


Adolescente detido por morte de padre em Borborema, PB, fala em sexo e bebidas

Jovem de 15 anos foi apreendido na tarde desta terça-feira (29). Outro homem é procurado.


Por G1 PB

29/08/2017 16h18  Atualizado há 2 horas

Padre Pedro Gomes Bezerra foi encontrado morto e enrolado em lençol dentro de casa em Borborema, na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco/Arquivo)Padre Pedro Gomes Bezerra foi encontrado morto e enrolado em lençol dentro de casa em Borborema, na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco/Arquivo)

Padre Pedro Gomes Bezerra foi encontrado morto e enrolado em lençol dentro de casa em Borborema, na Paraíba (Foto: Reprodução/TV Cabo Branco/Arquivo)

Um adolescente de 15 anos foi apreendido na tarde desta terça-feira (29) pela Polícia Civil por ser suspeito de participar do assassinato do padre Pedro Gomes da Silva, de 49 anos, na cidade de Borborema, no Brejo da Paraíba. A apreensão aconteceu em Arara, na mesma região. Segundo o delegado Diógenes Fernandes, outro jovem de 18 anos é procurado por envolvimento no crime.

Em depoimento, o rapaz confessou o crime e disse que foi convidado pelo padre para consumir bebidas alcoólicas dentro da casa. O suspeito disse que o crime aconteceu depois que o padre tentou fazer sexo com ele.

O delegado explicou que há controvérsias na versão do jovem e acha que adolescente foi orientado a dar esse depoimento.

“Ele revelou ter sido convidado para visitar a casa do padre. Chegando lá (disse que) consumiram bebidas alcoólicas e o padre queria ter relação sexual com ele. Porém, achamos que ele foi orientado a contar essa história para tentar amenizar a situação”, disse o delegado.

Ainda conforme o delegado Diógenes, buscas estão sendo feitas para tentar prender ainda nesta terça-feira o segundo suspeito de participar do crime. O adolescente apreendido confessou estar na casa do padre no dia do assassinato e revelou a existência desse segundo suspeito que segue foragido.

Entenda o caso

O padre Pedro Gomes Bezerra foi encontrado morto no dia 24, dentro de casa, em Borborema. O sacerdote foi assassinado com pelo menos 29 facadas, segundo a perícia. A residência do religioso estava revirada e o carro dele não estava na garagem, mas não havia sinais de arrombamento. Ainda conforme a PM, o corpo do padre Pedro Gomes foi encontrado enrolado num lençol e havia muito sangue no local.

O delegado Diógenes Fernandes também informou que a arma do crime foi encontrada em um dos cômodos da casa e ainda passará por análise. O carro do padre que foi usado na fuga do agressor foi encontrado abandonado na zona rual de Solânea, a cerca de 15km da cidade onde aconteceu o assassinato.

A assessoria de comunicação da Diocese de Guarabira, responsável pela região de Borborema, confirmou que o padre Pedro Gomes estava na paróquia de Borborema há quase 2 anos. Ele foi ordenado sacerdote em 1993 e antes de chegar à cidade, servia na Paróquia Nossa Senhora da Piedade no município de Arara, também no Brejo paraibano. Ele completaria 50 anos no fim de agosto.

Polícia investiga motivação para assassinato de padre em Borborema, no Brejo da Paraíba

Polícia investiga motivação para assassinato de padre em Borborema, no Brejo da Paraíba

3
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

RECENTES

POPULARES

  • Susan Parker

    HÁ 2 HORAS

    Garotos de 15 ano

FOTOS IMAGENS-. O suspeito disse que o crime aconteceu depois que o padre tentou fazer sexo com ele.
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *