FOTOS IMAGENS-Governador e polícia falam sobre prisão de suspeitos de matar Marielle e Anderson



RESUMO

  • Governador e polícia falam sobre prisão de suspeitos de matar Marielle e Anderson
  • Preso, PM reformado Ronnie Lessa seria o autor dos disparos
  • Outro detido, ex-PM Élcio de Queiroz teria dirigido o carro
  • Operação Lume ocorreu 2 dias antes de o crime completar 1 ano
  • Mandante do crime ainda não é conhecido

ACOMPANHE

Começa entrevista coletiva (assista no vídeo acima).

Estão presentes na coletiva: o governador Wilson Witzel; o vice-governador Cláudio Castro; Antônio Ricardo Nunes, diretor do Departamento Geral de Investigação de Homicídios e Proteção à Pessoa; Marcus Vinicius Braga, secretário de Policia Civil; e Giniton Lages, delegado da DH capital, responsável pela investigação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma operação prendeu nesta terça-feira (12) o policial militar reformado Ronnie Lessa e o ex-policial militar Élcio Vieira de Queiroz, denunciados por participação nos assassinatos da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

Em instantes, o governador Wilson Witzel e representantes da Polícia Civil dão entrevista coletiva sobre o caso; acompanhe.

Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos contra Marielle, e Élcio Queiroz, suspeito de dirigir o carro

Ronnie Lessa, apontado como autor dos disparos contra Marielle, e Élcio Queiroz, suspeito de dirigir o carro (Foto: Reprodução/TV Globo)

O sargento reformado Ronnie Lessa é apontado como autor dos 13 tiros que mataram Marielle Franco e o motorista Anderson Gomes. Ele já foi homenageado na Alerj; saiba mais.

Outro detido, Élcio Vieira de Queiroz teria dirigido o carro que perseguiu a vereadora. Ele foi expulso da Polícia Militar em 2015.

Leia também: O que se sabe sobre as mortes de Marielle Franco e Anderson Gomes

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

MAIS DO G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.