FOTOS IMAGENS FORTES-Vaqueiro é assassinado em fazenda


c4

BEZERROS: Foi encontrado morto na manhã de sábado (03), no sítio Raposa, na zona rural de Bezerros, o ex-presidiário identificado como José Norberto, que tinha aproximadamente 40 anos de idade e que morava e trabalhava como vaqueiro em uma fazenda da localidade, local onde foi morto.

De acordo com o perito do Instituto de Criminalística que periciou o corpo. O vaqueiro pode ter sido assassinado durante a noite ou pela madrugada e pelo que foi visto no local, ele morava sozinho e foi morto por um instrumento perfuro contundente como uma barra de ferro, um martelo, um porrete ou até mesmo uma pedra, mas as arma do crime não foi encontrada no local. Populares informaram que há duas semanas a vítima teria agredido um popular na localidade e que esta pessoa que ele espancou está internada no Hospital Regional do Agreste em Caruaru e que na localidade ele era temido e vivia ameaçando as pessoas de morte.

 

O delegado Dr. Eduardo Sunaga, queO delegado Dr. Eduardo Sunaga, que está na Força Tarefa de Homicídios na região no fim de semana, esteve no local com a sua equipe e realizando uma busca no imóvel, encontrou um registro civil com o nome de Severino Soares de Lima, de 42 anos, que acredita-se ser a mesma pessoa de José Norberto e algumas espingardas. O primo da vítima, Damião Pereira, esteve no local e confirmou que o morto se chama José Norberto e que o mesmo já foi preso por ter assassinado um desafeto no sítio Camarada em Passira e que há 4 anos estava trabalhando na fazenda onde foi assassinado. O corpo do vaqueiro foi encaminhado para o IML em Caruaru. (Por Blog do Adielson Galvão






Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.