FOTOS IMAGENS FORTES -CASAL É PRESO ACUSADO DE ESPANCAR ATE A MORTE A PRÓPRIA FILHA DE 1 ANO E 7 MESES


Casal-_é-preso-_acusado-de-espancar-até-a-_morte-a-própria-filha-de-um-ano-e_-sete-meses-portal-plantão-policial-alison-maia_(3)

Um crime bárbaro e sem explicação chocou a população de Uberaba em Minas Gerais (440 km de Belo Horizonte) na manhã desta última quinta-feira (06). Uma criança identificada como Thamara Pereira de Lima, de apenas 01 ano e 07 meses, foi encontrada morta em cima da cama dos pais no bairro Parque dos Girassóis 2 .Ela apresentava traumatismo craniano, fratura no braço direito, hematomas na testa e pequenos cortes na orelha esquerda.

Loading...
Tudo indica que ela tenha sido espancada pelos pais, que são usuários de drogas e álcool. De acordo com informações, os pais, Kelly Beatriz Pereira de Lima, 34 anos e Francisneio Santos Brito de 33 anos acionaram o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) alegando que a criança havia caído do berço e não estava respirando. Quando uma médica e um socorrista chegaram ao local encontraram a criança morta e o corpo em estado de rigidez indicando que ela já estava morta há algumas horas, a médica solicitou a presença da Polícia Militar por suspeitar de morte violenta. Os militares chegaram rapidamente ao local e se depararam com o casal totalmente desligados da situação e demonstrando muita frieza em relação ao que estava ocorrendo. O casal recebeu voz de prisão em flagrante por tortura resultante em morte. O crime gerou comoção na cidade e no momento da prisão moradores tentaram agredir os acusados. A Perícia Técnica da Polícia Civil foi acionada e uma perita criminal analisou o local onde a criança foi encontrada morta. O corpo da menina foi retirado da casa, enrolado em uma manta térmica nos braços da perita e levado ao Instituto Médico Legal (IML) onde passou por exame de necropsia. Vizinhos relataram que a mesma criança já havia sido agredida outras vezes e quando isso acontecia à mãe não deixava ninguém ver a criança e sempre inventava alguma desculpa. O Conselho Tutelar também esteve no local, pois desde 2012 o casal e sete dos 10 filhos que moravam com eles estavam sendo acompanhados. Segundo informações de uma conselheira, naquele ano os filhos foram retirados do convívio do casal depois que o órgão recebeu denúncias de que um dos filhos teria sido doado de forma ilegal e os outros estavam em situação de risco. – “Quando chegamos lá encontramos as crianças em um ambiente difícil, sem tomar banho, comida e nos disseram que eram agredidos pelo pai, fizemos o relatório e o juiz da Vara da Família de Uberaba decidiu levar todos eles para o abrigo enquanto os pais passavam por tratamento de desintoxicação’’ ,afirmou a conselheira. Em abril deste ano, Kelly Beatriz foi contemplada com uma casa por um programa social da prefeitura, estava trabalhando e o juiz entendeu que as crianças poderiam voltar ao convívio familiar e permitiu que elas fossem para a casa dos pai. Após a morte da criança, os outros seis filhos foram levados para ficarem sob os cuidados da avó materna, mas minutos depois o Conselho Tutelar foi orientado a retorná-las para o abrigo, onde estão agora. Em depoimento o casal entrou em contradição o tempo inteiro. A primeira a falar foi á mãe que sempre de cabeça baixa afirmou que a criança havia caído do berço na noite anterior e que as lesões no rosto e fratura no braço são de cerca de 15 dias por causa de uma queda do sofá. No meio do depoimento ela foi interrompida pelo marido que garantiu que não agrediu a menina e que saiu atrasado para o trabalho, pois a menina havia chorado a noite inteira atrapalhando ele dormir. Disse ainda que ao chegar ao serviço sentiu a consciência pesada e voltou para casa e assim que entrou no quarto encontrou a filha gelada. O casal tem várias passagens pela policia. O pai da criança tem passagens por estelionato, furto, lesão corporal e responde a sete inquéritos na Polícia Civil. A mãe responde a inquérito na Polícia Civil por suspeita de envolvimento com tráfico de drogas e um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO) por desacato. Ambos estão presos e encontram-se a disposição do Poder Judiciário.
Plantão Policial
FOTOS IMAGENS FORTES -CASAL É PRESO ACUSADO DE ESPANCAR ATE A MORTE A PRÓPRIA FILHA DE 1 ANO E 7 MESES
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *