FOTOS IMAGENS-Filha desabafa após mãe ser morta por assaltantes: ‘O que vou fazer da vida?’


ronilda

Tamanho do texto A A A
Uma mulher foi morta num assalto em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, na noite desta quinta-feira. A microempresária Ronilda Tomaz Oliveira, de 46 anos, foi rendida por assaltantes quando estava na Rua Anastácia Correia, nas proximidades do Shopping Grande Rio. Segundo informações de policiais militares do 21º BPM (São João de Meriti), a vítima entregou os pertences, mas teria gritado no momento em que saía do carro e, por isso, antes da fuga, um dos bandidos atirou. Ronilda morreu no local.
O corpo da microempresária foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Duque de Caxias, também na Baixada. O caso está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF). Os agentes buscam imagens de câmeras de segurança instaladas perto do local do crime. Testemunhas do crime também estão sendo procuradas para prestar depoimento.
A microempresária tinha 46 anos
A microempresária tinha 46 anos Foto: Reprodução do Facebook
Horas depois da morte, a filha de Ronilda fez um desabafo emocionante numa rede social. Na mensagem, a jovem diz ter se sentido impotente diante do que aconteceu com a mãe: “Você é tudo para mim. Minha base, meu dormir, meu acordar, minha vida (…) Tudo acabou em fração de segundos”. Mais adiante, ela pergunta: “O que eu vou fazer da vida sem você, mãe?”.
Logo depois, a jovem lembra a última vez em que esteve com Ronilda e mostra arrependimento porque, como estava com pressa, acabou não se despedindo direito da mãe: “Eu saí para trabalhar, nem me despedi de você como fazia às vezes… Muitas vezes eu estava atrasada e dava um simples tchau e saía correndo. Ontem não foi diferente. Precisava chegar cedo ao trabalho, você me levou até a metade do caminho, e logo avistamos o ônibus. Saí correndo e nem me despedi de você. Se soubesse que seria a última vez que estaríamos juntas, eu tinha perdido aquele ônibus, tinha faltado ao trabalho, só para passar mais tempo ao seu lado, dizendo o quanto eu te amo, o quanto te admiro, o quanto você é tudo para mim (…) Me arrependo amargamente de não ter dito isso todos os dias”.
Ela termina o texto com uma declaração de amor: “Não sei o que vou fazer sem você mãezinha… Não sei mesmo. Espero que Deus possa me guiar, me confortar e que o lugar em que você esteja seja melhor que aqui, bem melhor que aqui… Eu te amo e não tenho palavras para expressar esse amor. E olha que perdi muito tempo não demonstrando isso diariamente, mas tenho certeza que você sabe de tudo. Aliás você sempre soube de tudo, né, mãe?!”.
Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/filha-desabafa-apos-mae-ser-morta-por-assaltantes-que-vou-fazer-da-vida-19042326.html#ixzz45FLgmt69

FOTOS IMAGENS-Filha desabafa após mãe ser morta por assaltantes: ‘O que vou fazer da vida?’
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *