FOTOS IMAGENS-Família morta após briga em trânsito é enterrada em Porto Alegre



Enterro de pai, mãe e filho mortos em uma briga de trânsito em Porto Alegre — Foto: Matheus Felipe / RBS TVEnterro de pai, mãe e filho mortos em uma briga de trânsito em Porto Alegre — Foto: Matheus Felipe / RBS TV

Enterro de pai, mãe e filho mortos em uma briga de trânsito em Porto Alegre — Foto: Matheus Felipe / RBS TV

Os três corpos da família que morreu após uma briga de trânsito no último domingo (26) no bairro Lami, na Zona Sul em Porto Alegre, foram enterrados na manhã desta terça-feira (28) no Cemitério Jardim da Paz, na zona leste de Porto Alegre.

O casal Rafael Zanetti Silva, 46 anos, e Fabiana da Silveira Innocente Silva, 44 anos, e o filho deles, Gabriel da Silveira Innocente Silva, 20 anos, foram atingidos por tiros disparados por um homem de 24 anos, que está foragido. Ele teve prisão preventiva decretada na manhã desta terça-feira (28).

Com muitos amigos e familiares, vindos do interior do Rio Grande do Sul e também de São Paulo, o momento foi de muita tristeza e comoção. O primo de Rafael, Thiago Zanetti Kulinger, diz que a família quer justiça, que o assassino seja encontrado e responsa pelo crime.

“É uma situação tão absurda o que aconteceu. Em virtude de uma batida de carro, um dano de R$ 500, $1000, matar uma família inteira”, lamentou Kulinger.

Segundo ele, a principal preocupação da família no momento é o filho de 8 anos das vítimas, que estava no momento do crime. “Ver um pai, uma mãe e um irmão morrer e restar uma criança de oito anos, a gente está extremamente preocupado.”

Por volta das 7h desta segunda-feira, amigos realizaram uma carreata em homenagem às vítimas, que saiu da Avenida Juca Batista, na zona sul de Porto Alegre, em frente a loja que pertencia a Gabriel, em direção ao cemitério onde a família estava sendo velada.

–:–/–:–

Corpos de pai, mãe e filho mortos em briga de trânsito são velados em Porto Alegre

Corpos de pai, mãe e filho mortos em briga de trânsito são velados em Porto Alegre

Como foi o crime

A namorada de Gabriel, que não quer ser identificada, contou após o crime que a família voltava de um aniversário. “O Rafael deu uma encostada no carro. Ele se perdeu, era uma estrada de chão”, afirma a jovem.

A vítima não teria parado e o proprietário do veículo teria os seguido para tirar satisfações. O suspeito interceptou o carro da família e, durante a discussão, sacou a arma, conforme relatos da jovem.

A briga continuou até que diversos disparos foram feitos, atingindo as três vítimas. Segundo ela, o suspeito entrou no veículo e fugiu pela estrada do Varejão. A mãe do suspeito, que estaria junto no momento dos tiros, ainda tentou acalmá-lo, mas ele a empurrou e atirou contra a família.

“A Fabiana tentou ligar pro 190 e começou a gritar que tava ligando, que tinha uma criança no carro. Acho que isso deixou ele com mais raiva”, relembra a jovem. “Eles estavam todos juntos, foram vários tiros. Foi tudo junto. O Rafael foi o primeiro que vi cair, o último foi o Gabriel”, diz.

O casal morreu no local. Gabriel ainda foi levado para o Hospital de Pronto Socorro de Porto Alegre, mas não resistiu aos ferimentos.

Veja também

Bom Dia Vanguarda

Parkour vira moda entre men



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.