FOTOS IMAGENS-Educadores compartilham experiências com foco na aprendizagem dos alunos


Por Prefeitura de Jundiaí

 


Servidores da Unidade de Gestão de Educação (UGE) participam de evento de ‘Socialização de Experiências, Escola Inovadora’, no Complexo Argos — Foto: Prefeitura de Jundiaí/DivulgaçãoServidores da Unidade de Gestão de Educação (UGE) participam de evento de ‘Socialização de Experiências, Escola Inovadora’, no Complexo Argos — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

Servidores da Unidade de Gestão de Educação (UGE) participam de evento de ‘Socialização de Experiências, Escola Inovadora’, no Complexo Argos — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

Desde a implantação do Programa Escola Inovadora, em 2017, além da melhora da estrutura física das unidades escolares, a formação dos educadores e o desenvolvimento dos alunos são eixos norteadores para a Unidade de Gestão de Educação (UGE), em Jundiaí.

Na última segunda-feira (23), foi realizado o evento ‘Socialização de Experiências Escola Inovadora’, no Complexo Argos, que tem por objetivo disseminar atividades produtivas realizadas nas Escolas Municipais de Educação Básica (EMEBs). A socialização reúne cerca de 1 mil profissionais entre professores, diretores, cozinheiras e demais servidores da pasta.

De acordo com a gestora da UGE, Vasti Ferrari Marques, a implantação de um evento específico para a troca de experiências entre os profissionais é pioneira. “Cada escola desenvolve o seu projeto institucional, ao longo do ano, de acordo com a avaliação da escola sobre os assuntos mais importantes para aquela localidade, naquela época, sempre tendo como base o Programa Escola Inovadora. A apresentação dos trabalhos que tiveram destaque e trouxeram ótimos resultados nos bairros para as demais unidades da rede é uma forma de valorizar e oportunizar a disseminação de exemplos para a rede”, comenta a gestora.

A ‘Socialização de Experiências’ apresenta mais de 20 projetos desenvolvidos nas escolas do município para cerca de 1 mil servidores, nos períodos de manhã e tarde, em todo o Complexo Argos. A diretora da EMEB Professora Helena Meirelles, Luzia Antonio, participou da ação como apresentadora de atividade Inovadora.

“Percebemos que as crianças estavam comendo o lanche que traziam de casa, além da alimentação oferecida pela escola. Por isso, desenvolvemos a ação ‘Alimentação Saudável, Menos é Mais’, com palestra para os pais durante a reunião, para a conscientização sobre a importância da alimentação adequada em quantidade. O próximo passo foi criar o hábito entre as crianças de experimentarem alimentos na cor verde, com a oficina de panqueca de espinafre. O resultado foi surpreendente. As crianças adoraram a ideia e do projeto realizado com apenas uma turma de 5 anos de idade, teremos de ampliar para todas as demais turmas”, conta a diretora.

Edmílson Pereira Lima é professor de oficinas na EMEB Adelino Brandão, de período integral, e participou da atividade oferecida pela equipa da unidade Professora Helena Meirelles, na Vila Helena, com o tema ‘Alimentação Saudável, Menos é Mais’.

“Alimentação é assunto das oficinas que realizamos com as crianças na escola e saber que outros profissionais desenvolveram oficina com as crianças na cozinha, para que elas conheçam o preparo do alimento e tenham interesse em experimentar, enriquece o trabalho, com novas ações que tiveram resultados comprovados”, comenta o professor, que cuida de 40 canteiros na horta escolar com as crianças da unidade em que trabalha.

Edmílson Pereira de Lima é educador na EMEB Adelino Brandão e participou da atividade ‘Alimentação Saudável, Menos é Mais — Foto: Prefeitura de Jundiaí/DivulgaçãoEdmílson Pereira de Lima é educador na EMEB Adelino Brandão e participou da atividade ‘Alimentação Saudável, Menos é Mais — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

Edmílson Pereira de Lima é educador na EMEB Adelino Brandão e participou da atividade ‘Alimentação Saudável, Menos é Mais — Foto: Prefeitura de Jundiaí/Divulgação

A socialização ainda contou com apresentações ligadas à internet, poéticas negras, oficinas de leitura, narrativas, natureza, experimentação de dança, brincadeiras e o projeto ‘The Beatles’, realizado pela professora Arabelle Calciolari, que partiu da curiosidade das crianças para oportunizar o conhecimento sobre a vida e a obra da banda, fortalecendo a apropriação de outras línguas e costumes com dados históricos e culturais para que os alunos pudessem analisar, valorizar e respeitar realidades distintas. Ela ficou entre os dez vencedores deste ano do prêmio Educador Nota 10, que reconhece e valoriza professores da Educação Infantil ao Ensino Médio de escolas públicas e privadas de todo o país. O prêmio, considerado um dos mais importantes do Brasil, foi criado em 1998, pela Fundação Victor Civita.

Prefeitura de Jundiaí

Mais do G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.