FOTOS IMAGENS-‘É um alívio’, diz ex-noiva sobre prisão de político acusado de agressão


 

‘É um alívio’, diz ex-noiva sobre prisão de político acusado de agressão

Tatiane Bittencourt diz que foi agredida depois de desistir do casamento.
Ex-deputado Osmar Bertoldi (DEM) estava foragido e foi preso em SC.

Adriana JustiDo G1 PR

Loading...
À época da agressão, Tatiana divulgou na internet uma foto da agressão  (Foto: Arquivo pessoal )Tatiana diz ter sido agredida pelo ex-deputado Osmar Bertoldi (DEM) (Foto: Arquivo pessoal )

A ex-noiva de Osmar Stuart Bertoldi (DEM), que foi preso em Balneário Camboriú (SC), na noite de quarta-feira (24), Tatiane Bittencourt, relatou ao G1 que, apesar do medo constante das ameaças do ex-companheiro, se sente “aliviada” após a prisão. Bertoldi é ex-deputado estadual do Paraná e também suplente de deputado federal.

“Desde que eu tomei coragem de fazer a denúncia, em agosto de 2015, fiquei muito assustada porque a pressão foi grande. A minha casa, inclusive, foi invadida do nada. Não duvido que isso tenha sido a mando dele. Graças a Deus eu não estava em casa, aliás, nem tenho ido para casa mais com medo de que aconteça alguma coisa”, argumentou a ex-noiva, de 35 anos, que reside em Curitiba. O casal estava junto há aproximadamente dois anos.

Osmar Bertoldi continua na Secretaria de Habitação (Foto:  Brunno Covello/SMCS/Divulgação)Osmar Bertoldi foi preso em Balneário Camboriú
(Foto: Brunno Covello/SMCS/Divulgação)

Segundo a Polícia Militar (PM), Bertoldi era procurado pela Justiça desde 1º de dezembro de 2015 por ao menos cinco crimes contra a ex-noiva.

Contra ele havia um mandado de prisão preventiva pelos crimes de lesão corporal dolosa, constrangimento ilegal, ameaça, redução a condição análoga à de escravo e estupro.

Ele foi detido em uma ação da PM e da Polícia Federal (PF) enquanto caminhava em uma rua na praia de Camboriú, onde fica o apartamento em que estava hospedado em uma região de classe média alta da cidade.

Ele tinha ciúmes excessivo, me isolou das minhas amizades, tentou fazer isso com a minha família também. Quando eu me dei conta de tudo isso, decidi que não era isso que eu queria para a minha vida. Foi então que ele não aceitou e me agrediu”
Tatiane Bittencourt, ex-noiva

Ainda conforme a PM, Bertoldi tinha uma rotina de turista na cidade, frequentando bons restaurantes e fazendo compras, até ser reconhecido e denunciado.

A agressão registrada em agosto, segundo Tatiane, foi porque ela decidiu desmanchar o noivado.

“Foram vários motivos que me levaram a tomar essa decisão. Ele tinha ciúmes excessivo, me isolou das minhas amizades, tentou fazer isso com a minha família também. Quando eu me dei conta de tudo isso, decidi que não era isso que eu queria para a minha vida. Foi então que ele não aceitou e me agrediu”, contou Tatiane.

Ela relatou ainda que depois disso foi mantida em cárcere privado em um apartamento por cinco dias para que as pessoas de fora não percebessem as marcas da agressão. “Pouco tempo depois eu consegui contar tudo para a minha família e me encorajei para denunciá-lo”, lembra a ex-noiva.

A PM disse que Bertoldi foi denunciado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) depois que a ex companheira relatou a série de agressões e o cárcere privado com a ajuda de três funcionários durante os cinco dias. Além disso, ainda de acordo com a polícia, ele teria oferecido uma quantia milionária para que a mulher não o denunciasse à Justiça.

O advogado de Bertoldi, Cláudio Dalledone, confirma que recebeu a denúncia do MP, mas “garante” que o político é “absolutamente inocente”.

“Meu cliente não tem antecedentes criminais, está recebendo acusações estapafúrdias após um desentendimento com uma namorada porque se recusou em fazer um acordo milionário. Ele foi chantageado por várias pessoas psicologicamente, emocionalmente e financeiramente”, disse Dalledone.

O ex-deputado recebeu voz de prisão para cumprir medidas protetivas aplicadas pelo Tribunal de Justiça do Paraná (TJ-PR), com base na Lei Maria da Penha e no Código Penal.

Por fim, Tatiane deixou claro que não foi fácil se encorajar para denunciar o companheiro, mas que decidiu não se calar principalmente pelo fato de ele ser uma pessoa pública.

“Claro que nenhum homem pode fazer isso, ele, então, deveria dar o exemplo para a sociedade. Então, eu acho que as mulheres não devem se calar de maneira nenhuma numa situação dessas. Nenhuma mulher merece passar pelo que eu passei. Temos o nosso direito, temos que denunciar, sim!”, disse.

Tatiane é ex-noiva de Osmar Bertoldi e mora em Curitiba (Foto: Arquivo pessoal)Tatiane é ex-noiva de Osmar Bertoldi e mora em Curitiba (Foto: Arquivo pessoal)

 

tópicos:

FOTOS IMAGENS-‘É um alívio’, diz ex-noiva sobre prisão de político acusado de agressão
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *