FOTOS IMAGENS-Condutor de lancha é liberado após depoimento sobre naufrágio no AM


 

Condutor de lancha é liberado após depoimento sobre naufrágio no AM

Marinha do Brasil informou que irregularidades foram identificadas.
Lancha afundou no município de Nova Olinda do Norte na quinta-feira (9).

Do G1 AM

Naufrágio ocorreu nas proximidades do porto de Nova Olinda do Norte (Foto: Marilene Silva/Rede Amazônica)Naufrágio ocorreu nas proximidades do porto de Nova Olinda do Norte (Foto: Marilene Silva/Rede Amazônica)

O condutor da lancha que afundou em Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas, foi liberado após prestar depoimento, segundo a Polícia Civil. O homem de 24 anos havia sido chamado para dar esclarecimentos sobre o ocorrido, assim como alguns dos passageiros que estavam na embarcação. A Marinha do Brasil informou que irregularidades foram identificadas na documentação da lancha. Até a tarde desta sexta-feira (10), duas crianças permaneciam desaparecidas.

Segundo o diretor do Departamento de Polícia do Interior (DPI), Mariolino Brito, o condutor não informou sobre a situação da embarcação.

“A documentação ele vai precisar apresentar no andamento do inquérito, porque normalmente [os condutores] não portam, . [Vai ter que apresentar a] habilitação dele, o documento do barco, até porque isso implica na responsabilidade de vítima, se houve responsabilidade do condutor, ou se foi um caso fortuito, pois estava chovendo. Mas isso é uma questão que está sendo apurada”, disse o diretor.

Brito ressaltou que a embarcação já foi retirada da água com apoio de populares e as buscas continuam sendo realizadas pelo Corpo de Bombeiros.

A Marinha deve apurar as irregularidades encontradas na documentação da lancha. O G1 entrou em contato e aguarda resposta.

Naufrágio ocorreu quando embarcação deixava Porto de Nova Olinda do Norte (Foto: Marilene Silva/Rede Amazônica)Naufrágio o02okokok

Uma equipe de mergulhadores do Corpo de Bombeiros iniciou, na manhã deste sábado (11), mais um dia de buscas por duas crianças que desapareceram no Rio Madeira durante um naufrágio ocorrido no município de Nova Olinda do Norte, no interior do Amazonas.

De acordo com a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, quatro mergulhadores procuram pelos dois irmãos na orla do município a 135 km de Manaus. A Defesa Civil auxilia a corporação.

As buscas iniciaram após o naufrágio ocorrido na tarde de quinta-feira (11). Mais de 20 pessoas estavam na embarcação de transporte de passageiros que afundou na frente do porto de Nova Olinda do Norte.

G1

correu quando embarcação deixava
porto de Nova Olinda do Norte
(Foto: Marilene Silva/Rede Amazônica)

Buscas continuam
O Corpo de Bombeiros do Amazonas continuam as buscas, nesta sexta-feira (10), por duas crianças – uma de sete e outra de 1 ano e 8 meses – que desapareceram após o naufrágio em Nova Olinda do Norte, a 135 quilômetros de Manaus.

As buscas foram retomadas por volta das 7h e as equipes atuam em mergulho submerso na área onde o naufrágio ocorreu. A embarcação afundou, no início da tarde de quinta-feira (9), nas proximidades do porto do município. O número de pessoas que estavam na embarcação será apurado pela Polícia Civil.

A lancha fazia o transporte de passageiros da cidade de Autazes, distante 108 km da capital, para o município de Borba, a 151 km de Manaus.

Passageiros resgatados
O secretário de saúde de Nova Olinda do Norte, Rubson Correa Macedo, afirmou ao G1 que 19 vítimas do naufrágio já haviam recebido atendimento médico no Hospital Dr. Galo Manoel Ibanez até o início da noite de quinta-feira (9).

“A maioria está bem, somente com algumas escoriações. Só tem um caso de uma senhora que está com uma luxação no ombro, mas sem fratura”, afirmou Macedo.

Marinha
Equipes da Marinha do Brasil foram enviadas ao local do naufrágio no começo da tarde de quinta. Segundo informações da Marinha, uma equipe da Inspeção Naval foi deslocada para apurar as informações recebidas e dar apoio necessário.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.