FOTOS IMAGENS-Ação que deixou 14 mortos no Ceará teve 06 inocentes e 08 bandidos de três estados


Após a morte de 14 pessoas durante ataque na região do Cariri, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) divulgou, na noite desta sexta-feira,7, o nome dos três presos na ação. Grupo possuia integrantes em Alagoas, Sergipe e Ceará, que planejavam o ataque a banco.
Robson José dos Santos, de Aracaju (SE), foi detido por policiais civis e militares dentro de uma van, na cidade de Brejo Santo. Durante a ocorrência, o homem teria se escondido na casa de uma moradora de Milagres e estava armado. Ele trocou tiros e fugiu, mas deixou para as roupas e uma espingarda calibre 12, que estava desmontada. Robson foi autuado em flagrante por integrar organização criminosa, roubo e sequestro. Também foi apreendida uma pistola 9 milimetros.
Gian Sidney Wynne Santos, 25 anos, natural de Laranjeiras (SE), também foi detido.
O cearense Cícero Rozelir da Silva Caldas, 34 anos, foi outro dos detidos. Segundo a SSPDS, ele possui antecedentes criminais por receptação, desobediência, corrupção ativa, crimes de trânsito, posse irregular de arma de fogo e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.
Os três foram autuados por integrar organização criminosa e roubo. A inteligência fez com que as Polícias de Sergipe, Alagoas, Bahia e Ceará trocassem informações e obtivessem uma antecipação do crime que aconteceria.
Na ocasião, 14 pessoas foram mortas, sendo seis reféns e oito suspeitos. Entre os criminosos mortos estão Mackson Junior Serafim da Silva, 26, natural de Capela (SE), e Lucas Torquato Loiola Reis, 18, natural de Delmior Gouveia (AL). Foram apreendidas três pistolas, calibres o milimetros, 380 e .40, além de explosivos, quatro veículos que estavam com criminosos foram apreendidos, sendo um Chevrolet S10, um VW Saveiro, um Chevrolet Corsa, um Mitsubishi L200, este último roubado na Região Metropolitana de Aracaju (SE). Mais dois veículos foram roubados na BR 116. Um Chevrolet Celta e um Ford Ranger foram recolhidos pela Polícia.  

Comentários



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.