FORTALEZA -CE-Torcedor morre em hospital 2 dias após de ter sido agredido por grupo ao voltar de jogo, em Fortaleza Segundo o irmão, a vítima voltava do jogo Ceará x São Paulo quando foi espancada por torcedores rivais. O adolescente foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.


 


Torcedor Otoniel Fialho, de 15 anos, morreu no hospital diás após ser agredido por grupo com camisa de torcida organizada rival. — Foto: Arquivo pessoalTorcedor Otoniel Fialho, de 15 anos, morreu no hospital diás após ser agredido por grupo com camisa de torcida organizada rival. — Foto: Arquivo pessoal

Torcedor Otoniel Fialho, de 15 anos, morreu no hospital diás após ser agredido por grupo com camisa de torcida organizada rival. — Foto: Arquivo pessoal

Um adolescente de 15 anos, identificado como Othoniel Sousa Fialho, torcedor do Ceará, morreu nesta terça-feira (26), dois dias depois de ter sido agredido com barras de ferro e pauladas, no Bairro Canindezinho, em Fortaleza. Segundo o irmão da vítima, por volta de 22h do domingo (24), Othoniel e três amigos voltavam do jogo Ceará x São Paulo, quando foram abordados por um grupo de homens assim que desceram de um ônibus.

“Tinham dois carros estacionados próximo à parada de ônibus. Os agressores saíram dos veículos trajando camisas de uma torcida organizada rival. Os três amigos conseguiram correr e fugir, mas o meu irmão foi agredido pelos homens com barras de ferro e pauladas na região da cabeça”, relatou. O grupo fugiu em seguida.

Na mesma noite, outro adolescente, de 14 anos, foi espancado e assaltado por um grupo de cinco pessoas que se identificaram como membros de uma torcida organizada. A vítima estava acompanhada do pai e da namorada na Avenida Alberto Craveiro, em Fortaleza, a caminho da Arena Castelão. Os suspeitos foram capturados e o jovem hospitalizado.

Traumatismo craniano

No caso de Othoniel, minutos depois da agressão, parentes receberam uma ligação da polícia informando sobre o caso e foram para o local onde a vítima se encontrava. Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou o jovem para o Hospital Instituto Doutor José Frota, onde esteve internado por dois dias. Ainda de acordo com a família, o rapaz teve traumatismo craniano, apresentava coágulo na região do cérebro. Após uma queda de pressão o estado de saúde piorou e ele morreu por volta de meio-dia desta terça-feira.

A família decidiu realizar a doação dos órgãos. O velório acontece nesta quarta-feira (27) em uma igreja localizada em frente à casa dos pais do garoto, no bairro Canindezinho, onde ele morava.

“Ele estudava, gostava de futebol, jogava na escolinha do Ceará e adorava ir para os jogos do time. Nunca se envolveu em briga, em confusão, nunca deu sequer um tapa em alguém. Era uma pessoa altamente tranquila”, disse o familiar.

Um boletim de ocorrência foi registrado no 22º Distrito Policial, responsável pelas investigações do caso. Segundo a família, os suspeitos já foram identificados e são considerados foragidos.

Veja também

G1 Carros

Tesla Cybertruck promete robustez, mas falha em teste ao vivo

Apresentação da picape elétrica causou constrangimento por falha em teste de impacto nos vidros.

22 de nov de 2019 às 18:38

PróximoChevrolet Onix hatch leva 5 estrelas em teste de colisão

Mais do G1



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.