Fifa decide hoje se Suárez será suspenso; uruguaios defendem


146177

O atacante Luís Suárez será julgado hoje (26) pela Fifa, que decidirá se o jogador merece ser suspenso devido à mordida que deu no zagueiro Chiellini, da Itália, no confronto da terça-feira (24), na Arena das Dunas, em Natal. No Uruguai, o discurso é de “perseguição” e o grupo garante que não houve mordida, apesar das imagens do fato (e a marca em Chiellini) mostrarem o contrário. 

O jogador uruguaio Diego Lugano usou um palavrão para expressar o que sentiu ao ver a vitória do Uruguai sobre a Itália, na terça-feira (24), em Natal, ofuscada pela suposta mordida do companheiro de seleção, Luis Suarez, contra o italiano Chiellini, em campo: “Isso me deixou puto”, disse, em entrevista coletiva, ontem. “Nós conseguimos uma vitória histórica e pouco se fala sobre isso”, complementou.

O zagueiro Lugano defendeu Suárez das críticas ao atacante


Lugano criticou a repercussão da história na mídia mundial, a começar pela brasileira, e disse, em tom de ironia, que não houve qualquer “incidente” no jogo. “A imagem (do lance) não mostra nada. Só mostra a aproximação. E futebol é assim, paixão, contato”, disse. Ele afirmou, no entanto, que no momento houve uma provocação mútua dos jogadores. “Mas nunca vi falarem tanto de lances violentos na Copa e já houve muitos. Ontem foi um contato, uma mútua provocação. Fico surpreso com tanta repercussão”, ressaltou e foi além: “Acho que a figura de Suarez vende (jornal) porque é um craque e sem dúvida o fato de o Uruguai não ter muito peso político não ajuda muito”, frisou, para justificar a repercussão negativa do caso.



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.