EXTREMOZ RN-Ministro do STF aceita denúncia contra Agripino, mas Gilmar Mendes pede vistas


Resultado de imagem para José Agripino e Carlos Eduardo Alves
José Agripino e seu candidato a governador do RN Carlos Eduardo Alves

A 2ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) se reuniu na noite ontem, terça-feira (8) para julgar o recebimento de denúncia da Procuradoria Geral da República (PGR) contra o senador José Agripino Maia (DEM) e a ex-governadora e prefeita de Mossoró Rosalba Cirarlini (PP) no caso de irregularidades na contratação de inspeção veicular, descobertas na Operação Sinal Fechado. Mas, antes do julgamento ser concluído, o ministro Gilmar Mendes pediu vistas ao processo, o que pode fazer com que ele prescreva.

Ambos denunciados teriam recebido R$ 1,15 milhão via caixa 2 de um empresário e, em contrapartida, teriam garantido a manutenção da empresa como prestadora de serviço de inspeção veicular ambiental. Agripino também é acusado de apresentar documentos falsos à PGR.

O relator, ministro Ricardo Lewandowski, votou para receber denúncia contra José Agripino por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e uso de documento falso. E o ministro Gilmar Mendes pediu vista e promete retomar julgamento de denúncia contra José Agripino ainda neste mês. O Lewandowski, antes do encerramento da sessão, destacou que há entendimentos de que os supostos crimes praticados podem prescrever já no próximo mês.

Comentários

EXTREMOZ RN-Ministro do STF aceita denúncia contra Agripino, mas Gilmar Mendes pede vistas
Avalie esta postagem



Loading...

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *