EXTREMOZ RN-Governo recebe delegados para evitar paralisações a partir do fim de semana Delegada-geral de Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva Gomes, disse que vai apresentar respostas às demandas da categoria


José Aldenir / Agora RN
Delegada Paoulla Maués, presidente da Adepol

O Governo do Rio Grande do Norte recebe nesta quarta-feira, 13, dirigentes da Associação dos Delegados de Polícia do Civil (Adepol) para discutir reivindicações da categoria, que promete não abrir plantões no próximo fim de semana e também ameaça suspender operações e prisões em curso.

Os delegados potiguares querem a implantação de promoções e a contemplação da categoria no plano de reestruturação de carreiras que está sendo proposto para os agentes e escrivães da Polícia Civil. A Adepol também cobra o pagamento de salários atrasados e, por fim, a realização de concurso público – o último ocorreu em 2008.

A delegada-geral de Polícia Civil, Ana Cláudia Saraiva Gomes, disse que vai apresentar respostas às demandas da categoria. “Daremos as repostas sobre a questão da reestruturação das carreiras somente amanhã [hoje]. Sobre o concurso público, nós estamos analisando as soluções jurídicas para deflagrar o processo”, disse.

Caso a reunião termine sem acordo, os delegados prometem não abrir os plantões do interior do Estado no final de semana. Além disso, as delegacias pretendem também suspender operações, prisões e missões que estavam em curso.

“O plano de reestruturação da carreira é urgente. Caso permaneça a atual disciplina, a gestão da Polícia Civil estará seriamente prejudicada em pouco tempo, isto porque atualmente temos classes preenchidas com apenas seis delegados, o que impossibilitará o andamento regular da instituição”, falou a delegada Paoulla Maués, presidente da Adepol.

Publicidade



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *