EXTREMOZ RN-Executivos da Odebrecht usaram termo ‘festa’ para se referir a propina em e-mails



Trecho de e-mails trocados por executivos da Odebrecht no qual a palavra 'festa' é utilizada com referência para propina (Foto: Reprodução)Trecho de e-mails trocados por executivos da Odebrecht no qual a palavra 'festa' é utilizada com referência para propina (Foto: Reprodução)

Trecho de e-mails trocados por executivos da Odebrecht no qual a palavra ‘festa’ é utilizada com referência para propina (Foto: Reprodução)

Executivos da empreiteira Odebrecht utilizaram o termo “festa” para se referir, em e-mails, ao pagamento de propina a parlamentares para que os políticos aprovassem no Congresso Nacional projetos de interesse da construtora (veja na imagem acima um dos dos exemplos).

As citações ao termo “festa” aparecem em e-mails trocados por Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empresa, e Cláudio Melo Filho, ex-vice-presidente de Relações Institucionais da empreitira. Os dois fecharam acordo de delação premiada com o Ministério Público no âmbito da Operação Lava Jato.

Essas mensagens foram entregues pelos próprios delatores, como forma de comprovar trechos de depoimentos nos quais citaram o pagamento de propina a políticos.

Durante o depoimento de Cláudio Melo Filho ao Ministério Público Federal, os procuradores questionaram o ex-dirigente da Odebrecht sobre a que os executivos se referiam quando usaram o termo “festa” nos e-mails. Ele, então, respondeu:

“A festa é se houve, como a gente está falando aqui, alguma contribuição financeira que foi feita em função da ajuda que eles tiveram para aprovar esse assunto [projeto do Congresso]”.

“Então seria propina para pagar, para aprovar esse assunto?”, questiona o investigador. “Exatamente. Foi contribuição […] financeira a pretexto de campanha”, acrescenta Melo Filho na delação.

No email juntado ao processo, Marcelo Odebrecht pergunta: “A festa nas 2 casas custou algo a CF ou LDM? Importante eu saber para minha conversa amanhã com meu amigo”.

“CF” é uma referência a Carlos Fadigas, ex-presidente da Braskem (empresa petroquímica controlada pela Odebrecht), que também fechou acordo de delação premiada na Lava Jato. “LDM” se refere a Luiz Mendonça, da Odebrecht Agroindustrial.

12
COMENTÁRIOS

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

RECENTES

POPULARES

  • Alessandro Barile

    HÁ UMA HORA

    Não acredito que nossa justiça é tão ineficiente de ter colhido depoimentos sem provas, e que tudo foi eu disse, eu acho, eu ouvi, entreguei em dinheiro vivo lá fora sem testemunha.

    • Joel Candido

      HÁ 35 MINUTOS

      A maior prova que foram formadas quadrilhas no meio políticos é a situação em que vivemos hoje.

MAIS DO G1

EXTREMOZ RN-Executivos da Odebrecht usaram termo ‘festa’ para se referir a propina em e-mails
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *