Ex-prefeito de Ipanguaçu condenado a devolver R$ 525 mil


saco-de-dinheiro

A Segunda Câmara de Contas, reunido no plenário do TCE/RN, julgou irregular a prestação de contas de recursos do FUNDEF, repassados à prefeitura municipal de Ipanguaçu no ano de 2000, e condenou o ex-prefeito José Wilson de Souza, a devolução da quantia de R$ 525.420,45.
O voto, relatado pelo auditor Marco Montenegro no processo nº 5552/2002, observa que mesmo notificado, o ex-gestor não prestou contas dos recursos sob sua responsabilidade, razão pela qual fora decretada sua revelia. “E mais, as irregularidades apontadas configuram, também, prática de ato de gestão ilegal, ilegítimo ou antieconômico, ou de infração a norma legal ou regulamentar de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional ou patrimonial”.
A matéria também recebeu parecer do Ministério Público de Contas, na lavra do representante do procurador Othon Moreno de Medeiros Alves, que opinou pela Irregularidade das contas prestadas, nos termos do artigo 75, incisos I usque IV, da Lei Orgânica desta Corte de Contas, com a consequente devolução ao erário público dos recursos, bem assim pela decretação da extinção de punibilidade no tocante as multas de cunho formal.
 

Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *