Caseiro mata namorada e usa celular dela para enviar mensagens à família


mata_namorada_2

Um caseiro de 25 anos foi preso nesta quinta-feira (7) pela morte da namorada dele, a balconista Ana Clara Lopes da Silva. A jovem, de 22 anos, era considerada desaparecida e, segundo a Polícia Civil, ele confessou o assassinato e indicou onde o corpo estava enterrado, em uma chácara em Valinhos (SP).

Segundo o delegado titular do setor de homicídios de Campinas (SP), Rui Pegolo, o homem ficou com o celular dela e esporadicamente enviava mensagens para a mãe e amigos da vítima, se passando por ela, para dizer que estava em uma viagem e que estava tudo bem.

Susposto desaparecimento
Ana Clara desapareceu em 4 de julho e, de acordo com Pegolo, o caseiro confessou ter matado ela no mesmo dia, enrolado o corpo em uma lona, e enterrado em uma chácara onde os dois já haviam morado. Os investigadores chegaram até ele ao rastrear o celular da vítima. O homem afirmou à polícia que o que teria motivado o crime foi ciúme.

Segundo a Polícia Civil, o homem foi quem registrou o boletim de ocorrência sobre o desaparecimento em Campinas e Valinhos e não era considerado suspeito. Além disso, de acordo com o delegado, o caseiro ligava frequentemente para a Polícia Civil em busca de atualizações da investigação.

Prisão
Pegolo pediu a prisão temporária dele, por 30 dias, por homicídio qualificado e omissão de cadáver. O homem foi preso na casa dele, na Vila Marieta, e será encaminhado para a cadeia anexa ao 2º distrito policial de Campinas.

tópicos:



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.