Assú RN;FOTO – (Paralimpíada do Rio): Etíope cego faz protesto político e diz que pode ser morto se voltar ao seu país


Tamiru Demisse, da Etiópia, faz um gesto de protesto na Paralimpíada do Rio. O atleta disputou a 1.500 metros da classe T13 (deficiente visual) – AFP PHOTO / YASUYOSHI CHIBA

O etíope Tamiru Demisse, de 22 anos, aproveitou sua participação na Paralimpíada do Rio para fazer um ato político. E repetiu o gesto que já tinha causado polêmica durante a Olimpíada, em agosto (na ocasião, o maratonista Feyisa Lilesa, medalha de prata, denunciou a viollência do governo da Etiópia contra sua etnia). Ao fim da prova dos 1.500 metros da classe T13 (deficiente visual), no Engenhão, e também na premiação, Demisse, que também conquistou a prata, cruzou os punhos no alto, exatamente como tinha feito Lilesa.

A Etiópia não tem liberdade. Sou contra o que estão fazendo com meu país, milhões de pessoas são contra o governo. Eu não vou voltar para lá, porque se eu voltar, serei morto. Quero ir para os Estados Unidos – contou aos jornalistas que estavam na zona mista.

Os argumentos são idênticos aos de Lilesa. O maratonista deixou mulher e filhos e se escondeu no Brasil assim que terminou a Olimpíada. Ele também quer se asilar nos Estados Unidos, onde pretende viver e treinar.

INSTABILIDADE POLÍTICA

A Etiópia tem como presidente Mulati Tshome, e primeiro-ministro, Hailemariam Desalegn. O governo etíope é acusado de promover um massacre contra cidadãos da etnia oromo, à qual pertence Lilesa.

Desde dezembro de 2015, a Etiópia enfrenta uma série de protestos contra o governo. Segundo a ONG Human Rights Watch, as forças de segurança mataram cerca de 100 pessoas no último mês, durante conflitos na região.

Em 2008, ano da projeção mais recente, a Etiópia tinha 80 milhões de habitantes. Desde 1995, o país, o sétimo maior do continente africano, adotou o regime parlamentarista. Daquele ano até agosto de 2012, a nação foi comandada pelo primeiro-ministro e ex-líder guerrilheiro Meles Zenawi, que faleceu aos 57 anos, vítima de uma infecção. Seu sucessor, Hailemariam Desalegn, está no cargo até hoje.

O Globo

Blog do BG: http://blogdobg.com.br/#ixzz4K4gY0Bh9csk4jtswyaac-fz

Assú RN;FOTO – (Paralimpíada do Rio): Etíope cego faz protesto político e diz que pode ser morto se voltar ao seu país
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *