ASSU RN-Fábio Faria: ‘eu não ficarei com Ivan Jr em 2020 em Assú’


Em sua primeira entrevista após as eleições 2018, concedida à Rádio Princesa FM, em Assu RN, nesta terça-feira (06), o deputado Fábio Fariaaproveitou para agradecer o apoio e votos dos assuenses.

“Quero agradecer as mais de 2 mil pessoas que votaram em mim para a renovação do meu mandato, acreditando que eu poderia continuar ajudando Assu, reconhecendo o trabalho que fiz pela cidade. Eu sempre cumpri minha palavra e vamos trabalhar assim. Inclusive, eu já falei com o deputado George, irmão do prefeito, que estou à disposição pra colocar as emendas para Assu”.

Fábio também comentou sua votação na cidade, com redução em relação à campanha anterior.

“Eu já tinha essa expectativa. Quero agradecer o apoio de Odelmo, Beatriz e todo seu grupo, mas você sabe que é sempre muito polarizada a eleição em Assu e este ano ficou entre o deputado George e o ex-prefeito Ivan. Ivan apoiou o deputado Benes e George apoiou João Maia. Eu fui numa terceira via, defendendo o meu trabalho pela cidade do Assu, os milhões de emendas que eu coloquei, fui o deputado que mais destinou emendas pra a cidade. Mas eu estava fora dessas duas vias polarizadas. Então, eu já sabia e fiquei feliz com minha votação. Realmente foi uma campanha totalmente atípica. Dos 11 parlamentares da bancada, apenas 3 se reelegeram, com votação muito abaixo de 2014. Essa eleição vai ficar na história”.

Durante a entrevista, o deputado ainda esclareceu o rompimento político com o ex-prefeito Ivan Jr.

Relação com Ivan Jr

“Eu não tenho relação com Ivan, após nosso rompimento político. Eu indiquei Ivan para se secretário de recursos hídricos, ele teve toda a estrutura do Governo e decidiu apoiar Benes. E agora fica usando blogs que ele tem relação pra alfinetar. Não gosto desse tipo de política”.

A derrota de Ivan Jr.

“Não tirei um apoio de Ivan em nenhum município. Nenhum! Até pedi voto pra ele em Assu. Fui correto do começo ao fim. Quem deselegeu ele não fui eu. Não venha querer colocar na minha conta. Porque ele teve de mim a secretaria para que conseguisse ampliar as suas bases e o meu apoio com mais de R$ 13 milhões em emendas pra Assu. Eu proporcionei várias entregas e não tirei um voto dele, quero deixar isso bem claro”.

Eleições municipais 2020

“Não é o momento de falar em eleições municipais. Mas adianto que eu tenho compromisso com o grupo que me apoiou em 2018. Eu sou correto com quem foi correto comigo. Então, vou ouvir Odelmo, a vereadora Beatriz, o grupo político que ficou comigo e vamos tomar a decisão juntos. Agora, eu tenho um rompimento político com Ivan. Eu não ficarei ao lado de Ivan Jr.”

O deputado federal de Assu 

“Independente do número de votos, continuarei trabalhando por Assu e por esse povo que eu tenho tanto carinho. Até porque os outros deputados de primeiro mandato não terão emendas no primeiro ano. Assu pode continuar contando comigo”.

 

 

07/nov/2018

Fernando Mineiro poderá não ser diplomado

Por Robson Pires, em

O deputado federal eleito Fernando Mineiro corre o risco de ficar sem mandato. Para segmentos do meio jurídico ele não deverá nem ser diplomado. Se o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) avaliar o ‘caso Kerinho’ o que é muito provável.

 

 

07/nov/2018

A situação mais critica é a do Rio Grande do Norte

Por Robson Pires, em

Mais da metade dos Estados descumpriram a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no ano passado ao estourar o limite de gastos com pessoal. O relatório divulgado ontem pelo Tesouro Nacional mostra que o problema vem se agravando nos últimos anos: em 2017, 16 Estados e o Distrito Federal extrapolaram as despesas com salários e aposentadorias. No anterior, foram nove Estados.

Por lei, as administrações não podem destinar mais de 60% da Receita Corrente Líquida (RCL) à folha de pessoal, o que coloca em risco as finanças públicas e aumenta o risco de insolvência. Os governadores eleitos terão de lidar com esse problema.

A situação mais crítica é do Rio Grande do Norte (86%), que no fim do ano passado pressionou o governo federal por uma medida provisória (MP) para repassar dinheiro ao Estado e ajudar no pagamento de salários dos servidores – o que seria ilegal. O Ministério da Fazenda barrou a medida. Minas, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul comprometeram quase 80% da receita com gastos com pessoal.

 

 

07/nov/2018

Arra! Robinson quer fazer licitação de R$ 30 milhões para publicidade no apagar das luzes

Por Robson Pires, em

Foi publicada no Diário Oficial do Estado uma licitação de R$ 30 milhõesem publicidade no apagar das luzes do governo Robinson Faria (PSD). É um absurdo que pode complicar o gestor, já mal avaliado, na saída. Caso a licitação prospere, ele definirá toda a comunicação do governo Fátima Bezerra (PT) com uma canetada só. A petista deverá vetar a medida.

 

 

07/nov/2018

Ainda abalada Rosalba reassume prefeitura de Mossoró

Por Robson Pires, em

Ontem à tarde a prefeita Rosalba Ciarlini, depois de ser submetida a uma cirurgia, reassumiu a prefeitura de Mossoró. Ainda ‘abalada’ com a derrota de todos os seu candidatos na eleição passada.

A Rosa ‘murchou’ na última campanha.

 

 

07/nov/2018

Álvaro Dias ‘é bombardeado’ durante programa de rádio por ouvintes

Por Robson Pires, em

Numa declaração dada ao Programa Repórter 98 de Natal, o prefeito Álvaro Dias – que andava meio que sumido e reapareceu pela capital depois das eleições – foi ‘bombardeando’ por ouvintes que exigiram que depois de três meses que saiu o resultado final do concurso da saúde realizado pela prefeitura da capital ainda não saiu a homologação.

ASSU RN-Fábio Faria: ‘eu não ficarei com Ivan Jr em 2020 em Assú’
Avalie esta postagem



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *