Assú RN; É MOLE? Flu ainda se irrita com provocações sobre tapetão e ameaça de processo


27dez2013-advogado-do-fluminense-mario-bittencourt-defende-sua-tese-em-julgamento-no-pleno-no-stjd-1389736258570_615x300

Advogado do Flu em 2013, o vice de futebol Mário Bittencourt apoia processos aos críticos

Mesmo após quase dois anos, o Fluminense ainda está longe de aceitar tranquilamente as provocações dos rivais sobre a vitória nos tribunais que impediu o rebaixamento do time para a Série B em 2013. Recentemente, o Tricolor ameaçou de processos quem se referiu de forma negativa ao episódio em que o clube se beneficiou de erros de Portuguesa e Flamengo.

O caso mais recente foi o do escritor e jornalista Eduardo Bueno, o Peninha, que chamou o Fluminense de mau caráter ao comentar a contratação de Ronaldinho Gaúcho enquanto participava do programa Extraordinários, do SporTV. A fala foi uma referência ao episódio de 2013 e provocou revolta nos torcedores nas redes sociais. Em resposta, o clube ameaçou processar o apresentador pelas críticas.

“O jogador mais mau caráter da história do Brasil, Ronaldinho Gaúcho, vai jogar no time mais mau caráter do Brasil, o Fluminense, que deveria estar na Série C, que roubou e voltou para a Série B sem pagar a Série C, que ganhou um Brasileiro roubando cinco jogos, um atrás do outro, que deveria estar na Série B agora. Um clube mau caráter para um jogador mau caráter”, disse na ocasião Eduardo Bueno, conhecido como Peninha.

Outro que entrou na mira do Fluminense após falar sobre a disputa no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) de 2013 foi o ex-presidente da Portuguesa Ilídio Lico, que acusou o Tricolor de ter comprado a permanência na Série A em entrevista ao Diário de São Paulo, em junho deste ano.

“Com toda certeza, isso foi premeditado. Um senador falou que a Unimed [ex-parceira tricolor] pagou um dinheiro muito grosso. Mas sabe como é a Justiça no Brasil. E ninguém dá recibo. De qualquer forma, tenho esperança de que um dia isso vai dar em alguma coisa”, disse Lico, para revolta dos tricolores.

A acusação não foi nada bem recebida nas Laranjeiras. No mesmo dia, o Fluminense confirmou que processaria o ex-dirigente da Lusa, o que fez com que Ilídio recusasse poucas horas depois e dissesse que foi ‘mal interpretado’ na entrevista anterior.

Desde o início das críticas ao clube, torcedores e integrantes da diretoria do Fluminense cobram atitudes enérgicas em relação às acusações feitas sobre o episódio. O fenômeno se repetiu, por exemplo, quando o deputado Paulo Pimenta (PT-SP) comparou o presidente da câmara ao Tricolor pelo que julgou uma vitória no ‘tapetão’ do político. Após muitas críticas, o petista acabou recuando e pediu até mesmo desculpas em um vídeo.

UOL

Blog do BG: http://blogdobg.com.br/#ixzz3gkyoJtwB



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.