ALTO DO RODRIGUES RN-Só o político pode salvar o economista, por Delfim Netto


delfim-netto-reprdoucao_1

Jornal GGN – Em sua coluna no jornal Valor Econômico, o economista e ex-ministro Antonio Delfim Netto aborda a relação entre política e economia, dizendo que o caminho para a construção de uma sociedade civilizada não é econômico, e sim político. “Como levá­-la [a sociedade] a escolher o caminho mais virtuoso que exige sacrifício e paciência?”, questiona. Para ele, a situação econômica é “um problema sem solução” porque a organização política é “trágica”, com um “presidencialismo de coalização em que a presidente nem assume o seu protagonismo, nem se coaliza” e com um Congresso que se ocupa de propostas que ignoram o interesse nacional e que gastam energia em “um sinistro retrocesso civilizatório”.

Do Valor

Só o político pode salvar o economista

por Antonio Delfim Netto

Temos insistido que a economia é uma disciplina na qual se enfrentam sempre os mesmos problemas. O que muda são suas soluções, de acordo com a ampliação do entendimento de como funciona o sistema econômico; dos avanços da psicologia, que mostra que o homem é um bicho mais complicado do que costumava ser, que no seu processo decisório combina, em graus diferentes, a “razão” e a “emoção”; de como se manejam os novos instrumentos analíticos de que se dispõe para simplificar (e entender) essas decisões e de como se aproveita o ensinamento da história, que vai acumulando os efeitos das soluções fracassadas.

LEIA MAIS »

Select rating
Nota 1
Nota 2
Nota 3
Nota 4
Nota 5

ALTO DO RODRIGUES RN-Só o político pode salvar o economista, por Delfim Netto
Avalie esta postagem



Loading...

Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *