ALTO DO RODRIGUES RN-2 anos após primeiros inquéritos, políticos vivem expectativa de nova ‘lista do Janot’


 

Dois anos após o ministro Teori Zavascki autorizar a investigação de 47 políticos por supostos crimes de corrupção relacionados à Operação Lava Jato, o mundo político vive a expectativa da chegada ao Supremo Tribunal Federal (STF) de novos pedidos de inquérito baseados nas delações de 77 executivos e ex-executivos da empreiteira Odebrecht.

Nos próximos dias, a Procuradoria Geral da República deve começar a apresentar à Justiça mais de 200 pedidos com base nas delações da empreiteira. Para isso, cerca de 950 depoimentos dos 77 delatores vêm sendo analisados desde dezembro, quando os dirigentes e ex-dirigentes falaram aos procuradores que cuidam do caso.
Entre os pedidos, deverá haver solicitações de novas investigações, acréscimo de detalhes a inquéritos já em andamento e, até mesmo, a possibilidade de denúncias, com provas documentais já entregues pela empresa.

Junto com parte dos pedidos, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, poderá pedir o fim do sigilo sobre as delações, gravadas em vídeo. Outra parte ainda poderá continuar em segredo, se houver risco para as investigações futuras.

Somente parte do material ficará no Supremo Tribunal Federal – aquela que eventualmente se referir a ministros e parlamentares, que, devido à prerrogativa de foro por função (o chamado foro privilegiado), só podem ser processados no STF.

Uma outra parte será enviada a vários outros tribunais. Se houver trechos relativos a governadores, por exemplo, estes vão para o Superior Tribunal de Justiça (STJ). Tribunais de Justiça estaduais (TJs) ou tribunais regionais federais (TRFs) receberão eventuais revelações sobre prefeitos e deputados estaduais. Pessoas sem foro privilegiado são investigadas na primeira instância da Justiça.
Nem todas as declarações dos executivos e ex-executivos da Odebrecht se relacionam à Petrobras. Por isso, parte do material será enviado para outros juízes, além de Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal, em Curitiba, assim como para outros ministros do STF que não Edson Fachin, relator da Lava Jato no STF.
Desde que foram prestados os depoimentos, em dezembro, o grupo de trabalho composto por dez procuradores que cuidam da Lava Jato têm trabalhado de forma ininterrupta na delação, inclusive durante o carnaval. A análise é considerada exaustiva porque envolve mapear a citação a cada político e separar os fatos ligados a cada um.

A nova “lista do Janot” deve ser mais extensa do que a primeira, apresentada em março de 2015. Estima-se que os delatores da Odebrecht tenham mencionado algo em torno de 200 políticos com e sem mandato atualmente.

Em 2015, o procurador-geral pediu – e o então relator da Lava Jato no STF, Teori Zavascki autorizou – inquéritos para investigar a participação de 47 políticos nos crimes apurados na operação.
À época, passaram à condição de investigados 22 deputados federais, 12 senadores, 12 ex-deputados e uma ex-governadora integrantes de cinco partidos.

 

G1

enviar comentário
Publicidade

EUA sabotaram testes de mísseis da Coreia do Norte, diz ‘NYT’

Por Interino

 

Os Estados Unidos começaram há três anos um programa para sabotar com ciberataques os testes de mísseis da Coreia do Norte, campanha que influiu nos erros registrados em alguns lançamentos, informou o jornal The New York Times neste sábado.

A informação, baseada em fontes das administrações de Barack Obama e de Donald Trump, assim como documentos relacionados ao programa, vincula estes ataques a erros que fizeram diversos mísseis serem desviados do curso ou caírem no mar. Especialistas céticos acreditam que os erros foram apenas acidentes ou problemas de fabricação, mas muitos fracassos foram provocados pelas ações desenvolvidas pelos EUA, segundo o jornal.

O programa tenta atrapalhar os lançamentos com ciberataques antes de os mísseis serem colocados na plataforma ou nos primeiros segundos após o lançamento, acrescenta o jornal nova-iorquino. Estas ações teriam atrasado por vários anos a possibilidade de a Coreia do Norte ameaçar cidades americanas ou outros países com mísseis intercontinentais dotados de ogivas nucleares.

Segundo o NYT, Obama, que deixou a Casa Branca em 20 de janeiro, informou a Trump sobre este programa e disse que provavelmente seria o problema “mais urgente” que ele deveria enfrentar.

A Coreia do Norte informou nos últimos anos que testava mísseis de médio alcance e garante que está na “etapa final da preparação” para um teste inicial de mísseis intercontinentais.

Entre as opções que a administração de Obama chegou a planejar estão negociações com o regime de Kim Jong-un para congelar o programa de desenvolvimento nuclear e de mísseis e ataques diretos a locais de lançamento. Também foi analisada a possibilidade de pressionar a China para diminuir apoio e relações comerciais com Pyongyang, embora no final o Executivo de Obama tenha decidido pelos ataques eletrônicos e cibernéticos.

De acordo com o jornal, o tema voltou a ser analisado pelo governo Trump, que já fez pelo menos duas reuniões sobre este assunto com seus assessores de segurança, a última na terça-feira passada.

 

Veja

enviar comentário
Publicidade

VÍDEO: PM persegue carro roubado e prende suspeitos em Natal

Por Interino

Depois de intensa perseguição em uma das principais avenidas da Zona Norte, a Polícia Militar conseguiu recuperar um carro roubado no início da tarde deste sábado (3) em Natal. Os policiais tiveram que bater do veículo para que ele parasse.

O vídeo acima, divulgado pela PM, mostra o momento em que a força tática do 9 Batalhão alcança o Renault Sandero prata na avenida João Medeiros Filho. Os suspeitos foram detidos no meio da Ponte de Igapó depois que a polícia bateu no carro roubado.

Estavam no Sandero um homem de 25 anos e outro de 19. Eles foram presos em flagrante ao descerem do carro. Segundo a Polícia Militar, os suspeitos foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil.

 

Com informações do G1/ Vídeo enviado ao Blog

enviar comentário
Publicidade

Barack Obama diz que nunca ordenou que cidadãos americanos fossem espionados

Por Interino

O ex-presidente Barack Obama jamais ordenou que cidadãos americanos fossem alvo de espionagem, afirmou neste sábado (4) um porta-voz.

A declaração busca desmentir e classifica de “simplesmente falsa” a acusação feita pelo atual ocupante da Casa Branca, Donald Trump. Mais cedo, ele havia declarado que seu antecessor mandou grampear seus telefones durante a campanha eleitoral do ano passado. No entanto, não ofereceu provas.

“A regra fundamental da administração Obama era que nenhum funcionário da Casa Branca jamais interferisse em qualquer investigação independente conduzida pelo Departamento de Justiça”, afirmou o porta-voz de Obama, Kevin Lewis, em um comunicado.
“Como parte dessa prática, nem o presidente nem qualquer funcionário da Casa Branca ordenaram espionar nenhum cidadão americano. Qualquer sugestão contrária é simplesmente falsa.”
O comunicado levantou a possibilidade de que o grampo à campanha de Trump poderia ter sido ordenado por autoridades do Departamento de Justiça.

No Twitter, Trump havia escrito: “Terrível! Acabo de saber que Obama fez escutas telefônicas na Trump Tower um pouco antes da vitória. Isso é McCartismo.”
Também afirmou: “Eu apostaria que um bom advogado poderia levar adiante um caso pelo fato de que o Presidente Obama grampeou meus telefones em outubro, antes da eleição!”.

 

G1

enviar comentário
Publicidade

Temer confirma Jucá como líder do governo no Senado

Por Interino

O presidente Michel Temer decidiu nomear o deputado André Moura (PSC-SE) como novo líder do governo no Congresso e confirmou o senador Romero Jucá (PMDB-RR) na liderança do governo no Senado.

As mudanças ocorrem em meio à transferência do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) para o Ministério das Relações Exteriores no lugar de José Serra (PSDB-SP), que pediu demissão no dia 22 de fevereiro alegando problemas de saúde que o impedem de “manter o ritmo de viagens internacionais inerentes à função de chanceler.

Ao escolher Moura para liderar no Congresso, Temer tenta acalmar a turma do ‘centrão’ na Câmara, na tentativa de aprovar a Reforma da Previdência na Casa ainda no primeiro semestre. Segundo o jornal Folha de S.Paulo, citando um assessor de Temer, a escolha tem como objetivo “curar as feridas” da última eleição para a presidência da Câmara, no mês passado, quando o PTB e o PSD acusaram o Planalto de ter trabalhado para reeleger Rodrigo Maia (DEM-RJ).

enviar comentário
Publicidade

Mãe de Eliza Samudio recorre contra soltura do goleiro Bruno

Por Interino

 

A mãe da atriz Eliza Samudio, Sônia de Fátima Marcelo da Silva de Moura, recorreu contra a soltura do goleiro Bruno, determinada no mês passado pelo ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF)

No pedido para prender novamente o atleta, Sônia diz que sua liberdade põe em risco a segurança e paz social, além de sua própria integridade física e de seu neto, filho de Bruno com Eliza. A mãe da atriz apresentou o recurso nesta sexta (3) na condição de assistente de acusação, que atua ao lado do Ministério Público no processo contra o goleiro.

Detido em 2010 pela acusação de mandar matar Eliza, Bruno aguardava preso o julgamento de um recurso apresentado à Justiça de Minas Gerais. No último dia 24, o ministro Marco Aurélio Marco Aurélio entendeu que havia excesso de prazo na prisão e que o goleiro tem direito a aguardar em liberdade a decisão sobre os recursos.

No recurso contra a soltura, a mãe de Eliza relembra que Bruno não foi apenas condenado por mandar matar a ex-companheira, mas também por anteriormente, ter ameaçado, batido e prendido ela quando estava grávida.
“O paciente [goleiro Bruno] não só oferece risco, como também já manifestou seu interesse que colocar as mãos na vítima Bruno Samudio de Souza [filho do goleiro com Eliza] e, teme a embargante [Sônia] que possa ocorrer com seu neto e consigo mesma, o que aconteceu com sua filha, ser morta”, diz o recurso.
Sônia diz que o goleiro é “pessoa fria, violenta e dissimulada” e que sua personalidade é “desvirtuada” e “foge dos padrões mínimos de normalidade”.
“Visível a demonstração de que o paciente, quanto sentir-se seguro, calculista e frio, bastando apenas, analisar suas declarações em rede nacional de televisão : ‘que mesmo que existisse prisão perpetua no Brasil , nem isso, traria a vitima de volta’”, diz a peça.

enviar comentário
Publicidade

Presos são mortos na Cadeia Pública de Mossoró

Por Interino

 

Dois presos foram encontrados mortos na manhã deste sábado (4) na Cadeia Pública de Mossoró, cidade da região Oeste potiguar. Segundo a Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), está descartada a possibilidade de briga envolvendo facções criminosas. A suspeita, de acordo com a direção da unidade, é de uma disputa por venda de drogas nas ruas.

Segundo o secretário Wallber Virgolino disse que foram encontrados enforcados Weldon da Silva Nascimento, mais conhecido como ‘Macarrão’, preso for furto, e David Sales da Silva, o ‘Quixabeirinha’, que respondia por assalto à mão armada. Os corpos estavam no banheiro da quadra do pavilhão 1.

 

Com informações do G1

enviar comentário
Publicidade

Temer pede à cúpula do Congresso ofensiva pela reforma da Previdência

Por Interino

 

O presidente Michel Temer chamou na noite desta sexta-feira, em Brasília, os principais líderes da Câmara e do Senado a fim de discutir um cronograma para aprovar a reforma da Previdência. Temer disse aos presentes, em jantar no Palácio do Jaburu, que quer aprovar o texto da proposta nas duas Casas até o fim do primeiro semestre legislativo. Para isso, pediu ao líder do governo na Câmara, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB), que converse na próxima semana com os líderes da base aliada sobre os deputados governistas indicados para a comissão especial da Previdência. O Planalto está preocupado com a oposição de deputados da base aliada a pontos da reforma considerados cruciais para o governo. Como o blog mostrou nesta semana, o Planalto mapeou nos últimos dias focos de resistência da base aliada na comissão.

Diante desse cenário, aliados do presidente já discutem, como estratégia, a eventual substituição desses integrantes, caso não se alinhem à orientação do governo.Presente ao jantar, o senador Romero Jucá (PMDB-RR) pediu que o Senado fosse incluído no debate nesta fase das discussões na Câmara. Caberá a Jucá trabalhar a resistência do PMDB, partido de Temer, ao texto no Senado – principalmente conversar com Renan Calheiros, líder do PMDB na Casa. Nesta sexta, Calheiros chamou, em vídeo divulgado na internet, de “exagerada” a proposta de reforma da previdência do governo. O vídeo desagradou ao Planalto. Além de Ribeiro e Jucá, estavam presentes ao jantar o ministro Antônio Imbassahy (Secretaria de Governo, responsável pela articulação política), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o relator da reforma da previdência na comissão especial, deputado Artur Maia (SD-BA).Dança das cadeirasTemer vai promover uma dança das cadeiras nas lideranças do Congresso. Com a saída de Aloysio Nunes (PSDB-SP), nomeado ministro das Relações Exteriores, o presidente quer deslocar Romero Jucá para a liderança do governo no Senado.

Antes, Temer pediu a peemedebistas que sondassem a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP) para a vaga, mas ela recusou. Segundo aliados, a senadora disse aos interlocutores de Temer que estava satisfeita em coordenar as discussões na Comissão de Assuntos Sociais, que preside no Senado. O deputado André Moura (PSC-SE) deve assumir a vaga de Jucá de líder do governo no Congresso.

 

G1

Comentário (1) enviar comentário
  1. Ronaldo

    Pensando bem, melhor que as reformas não passem mesmo. Nem a trabalhista, nem a tributária e nem a previdenciária. Privatizações? ZERO. Lula ou Ciro levam em 18. Desistam! Melhor não darmos de mão-beijada a casa menos bagunçada para eles darem uma joão-sem-braço, dizendo que foram “contra a retirada de conquistas históricas dos brasileiros” e não fazer(em) nada para desfazê-las. Aí o Brasil passa um tempo poupando, outro gastando (nas eleições, tome crédito pro povão e pro patrão); outro poupando,outro gastando, em cíclicos de vôos de galinha. Esse filme tá mais repetido do que “A lagoa azul”.

Publicidade

Goleiro Bruno Fernandes já divide opinião de moradores de condomínio no Rio

Fachada do Condomínio Pedra do Recreio II, em Vargem Grande, onde está o goleiro Bruno. Foto: Márcio Alves / Agência O Globo

Por Interino

O ex-goleiro do Flamengo Bruno Fernandes chegou, nesta sexta-feira, ao condomínio Pedra do Recreio II, em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio, onde mora a mulher dele, a dentista Ingrid Calheiros. A permanência de Bruno no local já divide a opinião dos moradores. Alguns como o estudante Bruno Ribeiro Belo, de 19 anos, disseram que a chegada do ex-jogador rubro-negro é bem-vinda.

Torcedor do Flamengo, o jovem ainda brincou dizendo que o time do condomínio será reforçado.

— Se eu encontrá-lo passarei uma mensagem de coração. Diria a ele que todo mundo merece uma segunda chance. Agora o time da pelada do condomínio ficou mais forte. Bruno vai ficar no gol e eu na linha —disse o jovem, que vestia uma camisa do Flamengo com o nome do ex-goleiro.

Outros, no entanto, não reagiram bem a chegada de Bruno. Uma moradora, que pediu para não ser identificada, deixou claro que a convivência será difícil.

 

— É difícil conviver com uma pessoa que praticou um homicídio. Eu tenho uma filha e fico preocupada né — disse.

Em seu primeiro dia no condomínio, onde já morava a dentista Ingrid, Bruno preferiu ficar recluso em casa e não foi visto caminhando pelo local. Lúcio Adolfo da Silva, advogado do ex-goleiro, informou ter aconselhado seu cliente a fazer um exame de DNA para comprovar a paternidade atribuída a ele, em 2012, pela Justiça. Para o advogado, este é um procedimento padrão da defesa, que determinará a revisão da pensão para o filho Bruninho.

— Essa foi uma decisão minha como advogado. O pedido do exame de DNA é um procedimento padrão. Vamos entrar com o pedido e aguardar a decisão judicial para definir a data. Agora é a hora de ele viver a vida dele, em liberdade — afirmou o advogado.

Bruno e Ingrid estão juntos desde 2008, antes da prisão do ex-jogador acusado do assassinato de Eliza Samúdio, mas só se casaram ano passado. Segundo o advogado Lúcio Adolfo, pelo menos dez clubes estariam interessados em contratar o ex-jogador do Flamengo. Um deles seria o Bangu.

— Só posso dizer que estamos em negociação. A Justiça de Minas Gerais já autorizou Bruno a voltar a trabalhar como jogador de Futebol. Não haverá problemas para ele fazer isso no Rio de Janeiro se houver acordo com o Bangu — disse o advogado, acrescentando que o Brasileiense é outro clube interessado em Bruno .

Na última sexta-feira, 24, o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar o goleiro Bruno, que foi condenado pelo assassinato de Eliza Samudio, com quem teve um filho. O Tribunal do Júri de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, lhe aplicou uma pena de 22 anos e três meses, mas não houve confirmação ainda da condenação na segunda instância. Por isso, Marco Aurélio determinou que ele tenha o direito de recorrer em liberdade.

 

EXTRA

enviar comentário
Publicidade

No RN, reservatórios secos ou em volume morto caem de 69% para 59%

Por Interino

 

O Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn) divulgou relatório indicando melhora nas reservas hídricas do estado após as últimas chuvas. Segundo o órgão, que monitora 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos, o total de reservatórios secos ou em volume morto caiu de 69% para 59%.

Apesar da melhora, o Governo do RN confirmou nesta sexta (3) que vai decretar situação de emergência por causa da seca pelo 4º ano consecutivo. Com mais de 5 anos de chuvas abaixo da média, este é o período de estiagem mais severo da história do estado. Dos 167 municípios potiguares, 153 sofrem com os efeitos da seca.

Atualmente, 76 cidades possuem algum tipo de rodízio de abastecimento e outros 18 municípios estão em colapso hídrico – que é quando a companhia que fornece água admite que não tem condições de manter o fornecimento e a população passa a ser abastecida por meio de caminhões-pipa.

Veja matéria completa do G1 AQUI

enviar comentário
Publicidade

Trump acusa Obama de grampo telefônico na campanha eleitoral

O presidente Donald Trump durante discurso ao Congresso: “Acredito fortemente no livre-comércio”

Por Interino

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou neste sábado o antecessor, Barack Obama, de grampear seu telefone durante a campanha eleitoral, e comparou isso ao Caso Watergate, que resultou a renúncia de Richard Nixon em 1974.

Ainda sem apresentar indício algum que comprove a acusação, Trump publicou no começo da manhã uma série de posts no Twitter em que classificou Obama como “baixo” por ter gravado conversas de seus escritórios na torre de Nova York que leva seu nome.

Na visão do atual ocupante da Casa Branca, trata-se, ainda, de um caso de macartismo – uma referência explícita à caça às bruxas do senador ultradireitista americano Joseph McCarthy em sua patrulha anticomunista durante os anos 50.

Trump também usou o Twitter para afirmar que a primeira reunião entre membros da embaixada russa e Jeff Sessions, o controverso procurador-geral do Estado indicado por ele, teria acontecido ainda durante o governo de Obama.

Em seus tuítes, Trump diz que o embaixador russo com o qual Sessions se reuniu – dado que este ocultou do Senado na sabatina por que passou antes de ser nomeado procurador-geral – foi à Casa Branca até 22 vezes durante o mandato de Obama.

No pacote de impropérios matinais de Trump, sobrou até para Arnold Schwarzenegger. Ele criticou o fato de o astro ter anunciado ontem sua demissão do posto de apresentador de O Aprendiz, reality show que o próprio Trump celebrizou, por sentir-se incomodado com a sombra do atual presidente. “Ele não está saindo de O Aprendiz voluntariamente, foi demitido por seus péssimos índices de audiência, não por mim”, disse Trump na rede social.

 

Veja

Comentário (1) enviar comentário
  1. Roberto

    Esse cara é um desequilibrado e irresponsável. Vai levar os EUA ao fundo do poço.

Publicidade

Moro atribui críticas a prisões à existência de ‘presos ilustres’

RIO DE JANEIRO, 04.12.2014: CORRUPÇÃO/JUSTIÇA - O juiz federal de Curitiba Sergio Moro, responsável pela Operação Lava Jato, participa do Seminário Nacional sobre Combate à Corrupção e à Lavagem de Dinheiro, no Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Borges/Folhapress)

Por Interino

Em artigo publicado na edição da revista Veja desta semana, o juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância, diz que as críticas feitas às prisões preventivas da operação não são decorrentes da “quantidade, a duração ou as colaborações decorrentes” delas, mas “à qualidade dos presos provisórios”. “O problema não são as 79 prisões ou os atualmente sete presos sem julgamento, mas sim que se trata de presos ilustres.

Por exemplo, um dirigente de empreiteira, um ex-ministro da Fazenda, um ex-gover­nador e um ex-presidente da Câmara dos Deputados”, afirma o magistrado. No texto, ele diz ainda que o número de prisões preventivas fica bem abaixo do verificado em outros casos de investigações rumorosas, como a Operação Mãos Limpas, na Itália – cerca de 800 nos três primeiros anos, entre 1992 e 1994, somente em Milão. Para o juiz, também não procedem as críticas à longa duração das prisões. “Há pessoas presas, é verdade, desde março de 2014, mas nesses casos já houve sentença condenatória e, em alguns deles, até mesmo o julgamento das apelações contra a sentença”, escreve.

Comentário (1) enviar comentário
  1. Roberto

    Atualmente, Moro é o maior exemplo que o poder Judiciário Federal tem para se espelhar. Ele e Eliana Calmon são as duas maiores figuras do Judiciário Federal brasileiro.

Publicidade

Blog do BG associado

BG na rede

Blog do BG: http://blogdobg.com.br/#ixzz4aRht0jc3

ALTO DO RODRIGUES RN-2 anos após primeiros inquéritos, políticos vivem expectativa de nova ‘lista do Janot’
Avalie esta postagem



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: levanyjunior@blogdolevanyjunior.com

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *