No AM, advogado que abriu calça para mulher em fórum diz estar arrependido


47957-advogado_2

O advogado Gefson Oliveira disse estar arrependido de ter ameaçado tirar a roupa na frente da funcionária que o revistava no Fórum Trabalhista de Manaus. “Jamais faria novamente porque não é do meu perfil fazer esse tipo de coisa”, disse ao G1 nesta quinta-feira (8). O ato ocorreu na manhã de terça (6) e foi registrado pelas câmeras do Fórum do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) 11ª Região (Amazonas e Roraima),que divulgou as imagens na quarta-feira (7).Veja o vídeo ao lado.

Ao G1, Gefson Oliveira relatou que chegou ao prédio do TRT, situado no Centro da capital, por volta de 8h05 atrasado depois de enfrentar problemas no trânsito. O advogado alegou que teria uma audiência em seguida, às 8h10. “Estava atrasado para uma audiência e tinha colocado todas as minhas coisas no raio-x. A funcionária me interpelou falando que iria me revistar. Eu falei: só falta você querer que tire a roupa”, disse Gefson Oliveira.

Advogado  (Foto: Divulgação)Advogado afirma não ter aberto o zíper; Tribunal
contesta (Foto: Divulgação)

O dispositivo apitou quando o advogado tentou passar pelo detector de metais. Uma funcionária da segurança pediu para usar o bastão para fazer nova revista no homem. O pedido irritou Oliveira, que abriu o zíper para a servidora e outras pessoas que estavam no local.

Apesar de admitir que o procedimento de segurança é válido, Oliveira criticou que advogados sejam obrigados a passar pela revista. “Era um momento de insatisfação, porque estava atrasado. Não tinha por que me revistar. Me arrependo do ato, mas não foi direcionado contra a funcionária. Foi uma insatisfação de um advogado que passa todos os dias ali e é revistado”, contou Oliveira.

O ato do advogado foi denunciado pelo diretor do Fórum ao Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). A Ordem informou que só vai se pronunciar sobre o caso após a apuração dos fatos. Gefson Oliveira disse que ainda não foi notificado e que não teme sofrer punição da OAB por enquanto. Nesta quinta (8), ele também negou ter aberto o zíper da calça. “Só fiz a menção de abrir e foi tão rápido que ela [funcionária] não olhou”, afirmou. Em entrevista na quarta (7), ele confirmou que chegou a abrir a calça, mas disse que não mostrou nada para a mulher. “Fiz aquilo, mas não tirei nada”, disse.

saiba mais



Levany Júnior

Levany Júnior é Advogado e diretor do Blog do Levany Júnior. Blog aborda notícias principalmente de todo estado do Rio Grande do Norte, grande Natal, Alto do Rodrigues, Pendências, Macau, Assú, Mossoró e todo interior do RN. E-mail: [email protected]

Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.