ABPGC EM FOCO-Quarta onda da Covid em Israel acende alerta para o mundo


Foto: Reprodução

Assim como foi uma referência para o mundo durante a vacinação contra a Covid-19, sendo o primeiro país a reabrir por completo as atividades econômicas, Israel chama a atenção, mais uma vez, porém, dessa vez, com um sinal de alerta.

O país vive uma alarmante quarta onda de contágios e hospitalizações, indicando a perda de eficácia das vacinas e a necessidade de aplicar doses de reforço.

No ano passado, Israel obteve acesso antecipado à vacina da BioNTech/Pfizer em troca do compartilhamento de informações sobre seus efeitos. Foi um dos países que mais rapidamente avançou na imunização da população.

Mas agora os novos contágios atingiram o maior patamar em seis meses no país. Os estudos precisam de maior aprimoramento, mas a tendência é que entre seis e oito meses depois de tomada a segunda dose, a imunidade começa a diminuir.

Mesmo que as pessoas não vacinadas continuem tendo de cinco a seis vezes mais probabilidade de desenvolverem a forma grave da doença, 90% dos novos contágios em Israel estão ocorrendo em pessoas completamente vacinadas e com mais de 50 anos.

Se seguir nesse ritmo, as autoridades alertam que, pelo menos, 5 mil pessoas precisarão de leitos de hospital até o início do próximo mês, metade deles em UTI, o que representaria duas vezes mais que a capacidade de atendimento de Israel.

Diante do quadro, o país já começou a oferecer para pessoas com mais de 60 anos uma terceira dose da vacina. Se o resultado for ineficaz, há possibilidade, de acordo com o governo, de um novo lockdown.

Facebooktwitterpinterest



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.