A PALAVRA DO DIA-Quando um cristão morre


/uploads/posts/Quando um cristão morre

“Irmãos, não queremos que vocês sejam ignorantes quanto aos que dormem, para que não se entristeçam como os outros que não têm esperança” (1 Tessalonicenses 4:13).

No mundo em que vivemos, a morte é um assunto a ser evitado, ou que deve ser falado com um semblante triste, até mesmo para os cristãos. Porém, a Palavra de Deus trata a morte com muita naturalidade; ela não tem que ser triste ou amedrontadora para aqueles que confiam em Cristo, pois ela não é o fim de tudo, mas o início de uma nova vida com o Senhor Jesus.

A Bíblia traz uma esperança sobre a morte dos filhos de Deus. Tanto é verdade que o Salmo 116:15 diz que a morte dos santos é preciosa ao olhos de Deus. Isso porque, para o Senhor, a morte é somente a porta de entrada para que Seus filhos desfrutem da comunhão eterna com Ele.

“Então ouvi uma voz do céu dizendo: ‘Escreva: Felizes os mortos que morrem no Senhor de agora em diante’. Diz o Espírito: ‘Sim, eles descansarão das suas fadigas, pois as suas obras os seguirão'” (Apocalipse 14:13).

A Bíblia nos garante que a morte de um cristão não é uma tragédia, e sim uma entrada gloriosa no céu. Deus instruiu João a escrever o versículo de Apocalipse que acabamos de ler, para nos mostrar que não devemos nos entristecer por muito tempo quando um ente querido morrer. Pelo contrário, devemos nos alegrar, pois “quer vivamos, quer morramos, pertencemos ao Senhor” (Romanos 14:8). E o Senhor cuida muito bem daquele que pertence a Ele!

Então, por mais doloroso que seja se despedir de alguém, devemos nos lembrar que o nosso ente querido partiu para uma jornada muito melhor do que a que ele viveu nesta terra, pois ele partiu para os braços de Deus.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.