A PALAVRA DO DIA-Olhos: A candeia do corpo


Olhos: A candeia do corpo

E ninguém, acendendo uma candeia, a põe em oculto, nem debaixo do alqueire, mas no velador, para que os que entram vejam a luz.
A candeia do corpo é o olho. Sendo, pois, o teu olho simples, também todo o teu corpo será luminoso; mas, se for mau, também o teu corpo será tenebroso.
Vê, pois, que a luz que em ti há não sejam trevas.
Se, pois, todo o teu corpo é luminoso, não tendo em trevas parte alguma, todo será luminoso, como quando a candeia te ilumina com o seu resplendor.
Lucas 11:33-36


E ninguém, acendendo uma candeia, a cobre com algum vaso, ou a põe debaixo da cama; mas põe-na no velador, para que os que entram vejam a luz.
Porque não há coisa oculta que não haja de manifestar-se, nem escondida que não haja de saber-se e vir à luz.
Lucas 8:16-17

Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa.
Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
Mateus 5:15-16

A candeia do corpo são os olhos; de sorte que, se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz;
Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!
Mateus 6:22-23
E disse-lhes: Vem porventura a candeia para se meter debaixo do alqueire, ou debaixo da cama? não vem antes para se colocar no velador?
Porque nada há encoberto que não haja de ser manifesto; e nada se faz para ficar oculto, mas para ser descoberto.
Se alguém tem ouvidos para ouvir, ouça.
Marcos 4:21-23
 Figura 1. Via visual segundo o Senhor Jesus.
————– = —————
Comentário:
Lendo o que o Senhor Jesus nos ensinou e observando figura me vem grande temor.
O que temos visto?
O que temos colocado diante dos nossos olhos?
A televisão mostra morte, morte, morte, vingança, vingança, vingança, destruição, destruição, destruição, nudez, nudez, nudez, cobiça, cobiça, cobiça, permissividade, imoralidade, desejo, ostentação, divórcio, inversão dos desejos sexuais. Tudo o que pode ser definido como pecado.
E a igreja? Está separada dessas coisas?
Ou está misturada…

Neste ensinamento, o Senhor Jesus faz uma comparação dos olhos de uma pessoa com uma candeia, uma lamparina, uma fonte de luz.

– Lamparina = olho.
– Casa = corpo.
– Olhos simples, bons = corpo luminoso = lamparina ilumina no seu resplendor.
– Olhos maus = corpo sem luz, escuro, tenebroso = lamparina encoberta.

Mas o que significa olhos bons?

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. (Filipenses 4:8)

Para alguém pensar no que é verdadeiro, honesto, justo, puro, amável, de boa fama, onde há virtude e louvor é preciso estar exposto a tais coisas.

Como está escrito na Palavra de Deus e exposto na figura acima:

O homem bom tira coisas boas do bom tesouro que está em seu coração, e o homem mau tira coisas más do mal que está em seu coração, porque a sua boca fala do que está cheio o coração. (Lucas 6:45)

E aqui falamos sobre os olhos maus:
O que significam?

O homem que escolheu ser mau, tem olhos maus, os quais o levam a “tirar coisas más do seu coração” e sua boca expressa maldade.

Mas o homem que serve ao Senhor Jesus tem sua natureza má crucificada com Cristo. E tem ressuscitado um novo homem, criado à imagem de Jesus Cristo, para viver nesse mundo como Jesus viveu, com o seu caráter.
Esse homem tem que cuidar para que o seus olhos não sejam trevas? Sim!

Não porei coisa má diante dos meus olhos. Odeio a obra daqueles que se desviam; não se me pegará a mim. (Salmos 101:3)

É preciso atuar preventivamente e não se expor à situações, imagens, cenas que se assemelhem às obras da carne: “adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias.” (Gálatas 5:19-21)
Acerca das quais Jesus disse que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:21)

Os olhos maus são comparados a uma lamparina que é colocada debaixo de uma vasilha ou de uma mesa. Uma pessoa, nessa condição de escuridão, perde a capacidade de discernir o caminho que está seguindo. Alguém que entra numa casa sem iluminação, não pode ver onde está a porta ou os móveis, corre grande risco de tropeçar, cair e se machucar. Além disso, essa pessoa não sabe para onde vai nem o que a espera a sua frente…

Ao contrário, os olhos bons trazem luz à visão e torna possível o reconhecimento perfeito do caminho a seguir, além das barreiras existentes nesse caminho.

Em total concordância com a sua mensagem sobre o papel de cada um de nós como tendo o livre arbítrio para escolher luz ou trevas, o Senhor Jesus retrata a si mesmo a Luz do mundo, o Caminho que leva a Deus, a Verdade, a Vida, a Salvação. Os olhos bons, ou olhar bom também pode ser entendido como a pessoa que chega a Jesus com fé, sem duvidar, crendo que Ele é o Filho escolhido de Deus. O “olhar bom” crê e resolve experimentar em sua vida a mensagem de salvação através de Jesus Cristo. O Senhor Jesus diz que essa pessoa viverá iluminada, com sua vida sendo comparada a uma casa na qual uma lamparina foi colocada no devido local, elevado, e, portanto, pode ver para onde vai – salvação, pode ver aonde estão todas as coisas, móveis, portas – discernimento.

Em contraposição, aquele que se aproxima do discurso da salvação em Jesus duvidando é comparado a quem tem olhos maus, um olhar mau. Que por conseguinte será figurado a uma casa sem iluminação, onde a única fonte de luz, a lamparina que é a fé em Jesus, foi colocada embaixo da mesa, escondida, e portanto, não pode distribuir sua luz pelos cantos da casa. É assim que o Senhor Jesus retrata os céticos quanto à sua mensagem de salvação. A vida deles não tem luz, está escurecida, e não lhes é possível reconhecer o caminho. Não há salvação sem Jesus! Bem como não há discernimento da posição de nada na casa, não havendo discernimento na vida do que é verdade e mentira, de doutrinas corretas ou falsas, ou seja, além dos incrédulos não terem a Salvação em Jesus, eles, enganados, vão em direção a religiões e crenças falsas.

Interessante notar é que nesse exemplo de quem colocou a lamparina debaixo da mesa, a lamparina não deixou de existir, ela simplesmente foi escondida e foi esquecida. Remetendo-nos ao fato de que o Senhor Jesus ainda está de braços abertos se o indivíduo resolve crer n’Ele, colocar a lamparina em local elevado, de honra, reconhecer a Jesus como Filho de Deus, o Único Caminho a Deus, a Verdade. É preciso olhar a Ele com bons olhos, não duvidando, é preciso  reconhecer que há sim coerência no discurso de Jesus e que é plausível experimentá-lo crendo n’Ele.



Comentários com Facebook




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.